Publicado em 28/09/2012 as 12:00am

Brasileira é inocentada de assassinato em MA

A brasileira Maria Veras Alves, 59 anos, que enfrentava julgamento pela morte do imigrante holandês Syemen Jim Kooy, 76 anos. Ela teria o atropelado no dia 28 de abril deste ano, na cidade de Dennis, em Cape Cod. Além da acusação de homicídio, ela estava

A brasileira Maria Veras Alves, 59 anos, que enfrentava julgamento pela morte do imigrante holandês Syemen Jim Kooy, 76 anos. Ela teria o atropelado no dia 28 de abril deste ano, na cidade de Dennis, em Cape Cod. Além da acusação de homicídio, ela estava respondendo por negligência e direção perigosa.

Mas na semana passada, o juiz responsável pelo caso decidiu que ela não foi negligente e nem deveria responder por assassinato. Mesmo sendo inocentada, Maria continua presa, só que desta vez sob os cuidados do Departamento de Imigração. Isso porque ela está vivendo ilegalmente nos Estados Unidos.

Segundo a nota divulgada pela Corte do Distrito de Dennis, no dia do acidente, a brasileira dirigia respeitando o limite de velocidade e na pista destinada a carros. A promotoria não conseguiu provar que ela foi negligente e que não foi distraída por telefone celular ou outro fator que poderia lhe tirar a concentração.

O homem estava na faixa central amarela no centro da pista e quando ela percebeu não conseguiu frear. A vítima teria tentando atravessar a pista fora da faixa de pedestre, o que ocasionou o acidente

A brasileira está detida na prisão do Condado de Suffolk, aguardando a decisão em relação à sua situação imigratória. Apesar de não ter data definida, Maria poderá comparecer diante do juiz até o final deste mês.

Fonte: Braziliantimes