Publicado em 10/10/2012 as 12:00am

Brasileiros são oficialmente acusados de estupro

Os brasileiros Célio de Oliveira, 35 anos, e Nivaldo Teles, 37 anos, ambos residentes em Framingham (Massachusetts), foram oficialmente acusados de estupros. A notícia foi divulgada na sexta-freira (05), e as vítimas são menores de idade. Hoje, dia 10, el

Os brasileiros Célio de Oliveira, 35 anos, e Nivaldo Teles, 37 anos, ambos residentes em Framingham (Massachusetts), foram oficialmente acusados de estupros. A notícia foi divulgada na sexta-freira (05), e as vítimas são menores de idade. Hoje, dia 10, eles estão agendados para retornarem à Corte para um pré-julgamento.

A decisão de oficializar o julgamento aconteceu depois que dois corpos de jurados analisaram o processo. Nivaldo responderá por quatro acusações de estupro de menor com agravantes, além de agressão com intenção de estuprar e mais duas acusações de agressão sexual e uma agressão a uma menor de 14 anos de idade.

Quanto a Célio, este responderá por quatro acusações de estupro de menor com agravantes, quatro acusações de abuso sexual de menor de idade usando a força, duas acusações de agressão sexual e distribuição de material pornográfico para uma menor de 14 anos de idade.

Segundo as investigações, Nivaldo é suspeito de ter atacado uma menina de 12 anos, no quarto da vítima. A vítima teria relatado aos policiais que gritou para que ele parasse e que o acusado estava embriagado. "Consegui me livrar e pular uma janela", fala ela. Detetives que passavam pelo local presenciaram a cena e efetuaram a prisão do brasileiro.

A vítima relatou aos policiais que esta não é a primeira vez que o acusado teria abusado sexualmente dela. Nivaldo está preso e terá que pagar a fiança de US$25 mil (pouco mais de R$50 mil). Caso ele pague este valor, será transferido e colocado sob custódia da Imigração, pois vive ilegalmente nos Estados Unidos.

Quanto a Célio, que foi preso dia 30 de agosto, a prisão aconteceu depois de uma forte investigação. Ele é acusado de ter abusado da vítima, cuja a idade não foi divulgada, entre os anos de 2008 e 2010.

A relação entre Célio e a vítima também não foi divulgada, mas a menina afirma que os abusos tiveram início com o acusado tocando o seu corpo por cima das roupas e depois por baixo, culminando no estupro. Em seu testemunho, ela alega que não denunciou o "estuprador" porque sentia vergonha.

Célio está preso sob a fiança de US$100 mil (pouco mais de R$ 200 mil).

Fonte: Brazilian Times

Top News