Publicado em 5/11/2012 as 12:00am

Acusado de estelionato tenta intimidar Brazilian Times

O mineiro de Governador Valadares, Gilson Ramos, que na semana passada foi denunciado de estelionato pelo pai do pequeno Filipe, Guilherme Wolf, enviou um e-mail em tom ameaçador para a redação do jornal Brazilian Times. No documento, ele disse que estava

da redação

O mineiro de Governador Valadares, Gilson Ramos, que na semana passada foi denunciado de estelionato pelo pai do pequeno Filipe, Guilherme Wolf, enviou um e-mail em tom ameaçador para a redação do jornal Brazilian Times. No documento, ele disse que estava seguindo determinações do FBI e exigia que no prazo de 24 horas todas as matérias publicadas em seu nome fossem retiradas do site.

Em outro parágrafo, Gilson afirmou que Guilherme lhe teria enviado um e-mail no qual alega que nunca deu entrevista ao jornal Brazilian Times e jamais o chamou de estelionatário. A redação do jornal, imediatamente, ligou para o pai de Filipe e procurou saber se ele havia enviado tal e-mail.

Guilherme disse que nunca negou ter conversado com o jornal e apenas alegou que outros jornais republicaram matérias que foram reescritas baseadas na entrevista que ele deu a este noticioso.

Gilson também alegou que nunca ameaçou ninguém e que ele próprio entrou em conversa com o FBI e o chefe de polícia de Massachusetts. Segundo o e-mail, em nenhum dos dois órgãos existe uma denúncia contra ele. Mas o departamento de Polícia da cidade de Stoughton registrou a acusação e investigadores locais e agentes do FBI pediram para que Guilherme não desse mais entrevistas para não atrapalhar as investigações.

Quanto ao fato de que Gilson alegar que não é estelionatário, o dicionário brasileiro define o crime como praticado por alguém que leva outra pessoa na lábia para obter grana ou algum bem patrimonial. Pode também ser cometido através do uso de documento falso, cheque sem fundos, ou outra fraude, como fingir ser outra pessoa.

Nesta semana, o jornal Brazilian Times estará conversando com os investigadores de polícia em Stoughton e com o agente do FBI responsável pelo caso para saber até que ponto Gilson falou a verdade em seu e-mail.

No e-mail, Gilson alega ter falado com o chefe de polícia de Massachusetts, mas não citou o nome.

E-MAIL ENVIADO POR GILSON

Prezado Jornal Brazilian News,

Tenho acompanhado todas as noticias a meu respeito e quero que saibam que calúnia e difamação é crime. Como prova que a última matéria é mentirosa, acabo de falar com o FBI e eles me deram o site para olhar se existia algum processo. Falei longas horas também com a Chief da polícia de Massachusetts, que por sinal me conhece bem.

Tenho também em mãos copias de e-mails do Sr Guilherme Wolff e da Sra Evelyn Wolf dizendo que não deram entrevista ao Seu Jornal me chamando de Estelionatário.

Desta feita quero conforme me instrução dada pelo FBI e pela Polícia de Massachusetts dar um prazo de 24 horas para que as matérias sejam tiradas do ar. Caso este prazo não seja atendido, uma ação criminal será movida contra aquele que está fazendo calúnia e difamação.

Conforme a Polícia, dever as pessoas não é crime e esta dívida está totalmente ligada a um negócio que foi mal sucedido em parceria com meu cunhado.

Nunca negamos que devíamos e iremos sim reportar a todos a quem devemos e eles mesmos podem me enviar e-mail e me contatar para que negociemos a dívida e que a mesma possa ser paga no Brasil.

Desta feita, com toda o respeito ao Vosso Jornal, que sei que da melhor forma possível quer levar a notícia ao Povo Brasileiro, venho por meio desta pedir que usem a liberdade de expressão para fazer o bem com a verdade e não com mentiras e destruindo famílias inteiras.

O Depósito para o Sr. Guilherme será devolvido o quanto antes conforme prazo nos dado pela Sra Lídia de Souza.

Toda ameaça, é mentirosa, dizer que roubei é mentirosa. Existiu sim um empréstimo que me foi oferecido pelo Sr. Guilherme depois que relatei uma situação para ele Jamais pedi este empréstimo.

Atenciosamente,

CALUNIA E DIFAMAÇÃO É CRIME EM TODOS OS LUGARES DA TERRA...

Gilson G. Ramos

Fonte: Brazilian Times