Publicado em 16/11/2012 as 12:00am

Brasileiro é condenado a 20 anos de prisão

Valdeir Gonçalves Santos, um dos acusados de matar uma família brasileira nos Estados Unidos, incluindo a mãe do lageano Darcy Klein, foi condenado a 20 anos de prisão. O crime ocorreu em 2009, na cidade de Omaha, estado de Nebraska.

da redação

Valdeir Gonçalves Santos, um dos acusados de matar uma família brasileira nos Estados Unidos, incluindo a mãe do lageano Darcy Klein, foi condenado a 20 anos de prisão. O crime ocorreu em 2009, na cidade de Omaha, estado de Nebraska.

A sentença foi confirmada pela Justiça norte-americana no último final de semana. Santos foi favorecido porque, em meados de 2011, decidiu confessar o crime e esclarecer a participação dos colegas de trabalho.

O julgamento foi complicado. De acordo com o jornal mineiro Diário do Aço, diante de protestos, tanto o promotor John Alagaban quanto o advogado de defesa, Kevin Ryan, afirmaram que a pena de Valdeir "não deveria ser considerada levando-se em conta as atrocidades que ele cometeu, mas o serviço que ele prestou à justiça, ao revelar todo o crime".

Este foi o segundo condenado pela morte do casal Vanderlei e Jaqueline Szczepanik, além do filho, Christopher, de 7 anos. Em outubro último, o júri popular condenou José Carlos Oliveira Coutinho, com base em três acusações de assassinato em primeiro grau. Ele aguarda um posionamento de três juízes e pode receber pena de morte ou prisão perpétua.

O terceiro acusado, Elias Lourenço Batista, está em Ipaba (MG). Segundo informações, a polícia norte-americana estaria, em parceria com a Justiça brasileira, estudando uma forma de recambiá-lo aos Estados Unidos para ele responder pelos crimes.

Fonte: Brazilian Times

Top News