Publicado em 19/12/2012 as 12:00am

Consulado site para Supletivo em Boston

O Consulado-Geral do Brasil em Boston (Massachusetts), divulgou nesta semana que houve uma prorrogação no prazo para as inscrições no "Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos" (ENCCEJA) o antigo supletivo. A aplicação das prov

da redação O Consulado-Geral do Brasil em Boston (Massachusetts), divulgou nesta semana que houve uma prorrogação no prazo para as inscrições no "Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos" (ENCCEJA) o antigo supletivo. A aplicação das provas estão previstas acontecerem nos dias 30 e 31 de março de 2013 (sábado e domingo). As inscrições são gratuitas e poderão ser realizadas até as 23h59 de 4 de janeiro de 2013, exclusivamente via internet, por meio do endereço eletrônico www.sistemasencceja2.inep.gov.br/exterior No dia 30 de março, serão aplicadas provas para a obtenção do diploma de Ensino Fundamental, nos períodos matutino e vespertino. Já no dia 31, será a vez de quem quiser obter diploma do Ensino Médio, com provas também em dois turnos. Para realizar a prova de certificação do Ensino Fundamental, poderão participar brasileiros que, na data das provas, tenham idade superior a 15 anos completos. Para a certificação do Ensino Médio, a idade mínima é de 18 anos completos. Em ambos os casos, as provas terão 30 questões e uma redação. O Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos ? Encceja é uma proposta do Ministério da Educação de construir uma referência de avaliação nacional para jovens e adultos que não puderam concluir os estudos em idade apropriada. Objetiva avaliar competências e habilidades de jovens e adultos brasileiros, residentes no Brasil ou no exterior, que não tiveram acesso ou continuidade de estudos na idade própria, com aferição em nível de ensino fundamental e de ensino médio. O Exame Nacional de Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) tem como objetivos específicos: a) Construir uma referência nacional de auto-avaliação para jovens e adultos por meio de avaliação de competências e habilidades, adquiridas no processo escolar ou nos processos formativos que se desenvolvem na vida familiar, na convivência humana, no trabalho, nos movimentos sociais e organizações da sociedade civil e nas manifestações culturais; b) Estruturar uma avaliação, direcionada a jovens e adultos que sirva às secretarias de educação para que procedam a aferição de conhecimentos e habilidades dos participantes no nível de conclusão do ensino fundamental e do ensino médio; c) Oferecer uma avaliação para fins de classificação na correção do fluxo escolar; d) Consolidar e divulgar um banco de dados com informações técnico-pedagógicas metodológicas, operacionais, sócio-econômicas e culturais que possa ser utilizado para a melhoria da qualidade na oferta da educação de jovens e adultos e dos procedimentos relativos ao Exame; e) Construir um indicador qualitativo que possa ser incorporado à avaliação de políticas públicas de educação de jovens e adultos. Mais informações sobre a aplicação do exame podem ser obtidadas com as funcionárias do MEC, através dos e-mails: conceicao.cruz@inep.gov.br, alexandre.tomio@inep.gov.br e luana.soares@inep.gov.br.

Fonte: Brazilian Times