Publicado em 6/03/2013 as 12:00am

Advogado assume caso de Zé da Burra

Kevin MacMurray ficou sabendo da situação do brasileiro através do Brazilian Times e garantiu que não cobrará nada para defendê-lo

Kevin MacMurray ficou sabendo da situação do brasileiro através do Brazilian Times e garantiu que não cobrará nada para defendê-lo

Luciano Sodré

A edição anterior do Brazilian Times, de número 2327, publicada na segunda-feira (04), divulgou o abandono que o pernambucano José Roberto Lucena, mais conhecido por Zé da Burra, vem sofrendo em uma cadeia de Imigração na cidade de Plymouth (Massachusetts). Em uma carta enviada à redação do jornal, ele confessou que há nove meses não tem contato com amigos e nem familiares.

Diante disso, o advogado de Imigração, Kevin MacMurray, entrou em contato com a equipe de reportagem do jornal para se colocar à disposição para ajudar no caso. Ele, que atua na área há mais de 20 anos, tem uma relação muito próxima com a comunidade brasileira neste estado e há oito anos trabalha diretamente com os brasileiros.

Ele disse que ainda não tem muitas informações sobre o caso de Lucena, mas já colocou sua equipe para descobrir o máximo que puder e em algumas semanas colocará a comunidade a par da situação. "Nós demos entrada em nossa documentação para representá-lo, na terça-feira (05), e tentaremos visitá-lo na quinta-feira (07)", disse o advogado.

O advogado explica que resolveu ajudar porque ficou sabendo da notícia através do jornal Brazilian Times e amigos brasileiros que também lhe relataram a história de Zé da Burra. Ele conta que ficou chocado com a situação de descaso e abandono sofrida pelo brasileiro e ressaltou que "ser humano nenhum pode viver nestas condições".

MacMurray reforça o seu carinho pela comunidade brasileira para justificar a sua decisão de ajudar sem cobrar nada de Zé da Burra. "Acho que chegou a hora de retribuir o carinho e respeito que estas pessoas deram ao meu trabalho", continua.

Ele acrescentou ser sabedor da importância da presença do animador Roberto Lucena como Zé da Burra para os eventos da comunidade brasileira e a propagação da cultura brasileira neste país. "Por isso fique com mais vontade de ajudar", disse.

O advogado conta que ficou sensibilizado com a história e não cruzará os braços. "Quero ajudá-lo e vou fazer o possível para colocá-lo de volta no seio da comunidade, alegrando os eventos e ajudando a construir o nosso país", continua.

MacMurray afirmou que não pode garantir que vai tirá-lo da cadeia, mas assegura que vai diminuir o sofrimento do brasileiro, mostrando que "existem pessoas que se preocupam com ele e gostam dele".

O escritório de MacMurray, localizado no Two Center Plaza # 510, Boston, trabalha com casos de responsabilidade civil, acidentes, criminal, direitos de família e imigração. Para mais informações é só ligar no telefone (617) 413-1244.

Fonte: Brazilian Times