Publicado em 18/03/2013 as 12:00am

Brazilian Day NY confirma Gusttavo Lima e Zeca Pagodinho

O evento que reúne cerca de um milhão de brasileiros nas ruas da maior cidade do mundo está em sua 29ªedição

O evento que reúne cerca de um milhão de brasileiros nas ruas da maior cidade do mundo está em sua 29ªedição

da redação

No dia 1º de setembro, domingo, as cores verde e amarela cobrirão o coração da ilha de Manhattan, pois a festa brasileira que dá a volta ao mundo chegará à Nova York durante a 29a edição do Brazilian Day na cidade. O apresentador Serginho Groisman agitará o evento que reunirá pela primeira vez no palco da 6a Avenida, os cantores Zeca Pagodinho e Gusttavo Lima, atrações principais da festa esse ano.

O músico mineiro Gusttavo Lima levará para o evento seus principais sucessos e antecipa: "Eu e o Zeca estamos praticamente de malas prontas e já estamos preparando o repertório. Será um show muito especial".

Considerado um dos maiores nomes do samba, Zeca Pagodinho, comentou a emoção de cantar para a comunidade brasileira que vive fora do país.

"Será como se eu fosse fazer um show no Brasil. Mais de um milhão de corações cantando juntos. Estou ansioso", disse ele.

Zeca Pagodinho, batizado de Jessé Gomes da Silva Filho, nasceu no bairro carioca do Irajá em 4 de fevereiro de 1959 e foi criado em Del Castilho. Filho de Seu Jessé e Dona Irinéa, quarto de uma família de cinco crianças, desde cedo já trocava as aulas por uma boa roda-de-samba. Por isso, depois da quarta-série primária, não quis mais saber de escola.

Nos anos 70, o partido-alto começa a se tornar uma febre nos subúrbios do Rio. E entre um samba e outro, Zeca se virava como podia. Feirante, camelô, office-boy, contínuo e anotador de jogo do bicho. Fez de tudo. Desta época, surgiram amizades valorosas como Sérvula, Dorina, Paulão Sete Cordas, Monarco, Mauro Diniz, Almir Guineto, Bira Presidente, Beto Sem Braço e Arlindo Cruz. Além disso, ele frequentava as rodas de samba do bloco Cacique de Ramos.

No inicio dos anos 80, Pagodinho começa a se estabelecer como um compositor de respeito. Em parceria com o flautista e partideiro Cláudio Camunguelo, teve sua primeira música gravada: "Amargura". A faixa entrou no repertório do segundo disco do grupo Fundo de Quintal, fundado em 1977 e originário do Cacique de Ramos. A aproximação com o grupo acabou levando Zeca Pagodinho para perto de Beth Carvalho. Foi ela quem gravou seu primeiro sucesso: "Camarão que Dorme a Onda Leva", que ganhou até clipe no Fantástico. O circuito Brazilian Day reúne brasileiros de várias origens e idades, espalhados em diversos lugares do mundo para celebrar a cultura do país no exterior. O evento já levou para fora do Brasil shows de artistas como Kid Abelha, Jorge Ben Jor, Latino, Carlinhos Brown, Alcione e Preta Gil. Além de Nova York, a festa brasileira que dá a volta ao mundo este ano passará por outras quatro metrópoles: Lisboa (Portugal), Tóquio (Japão), Toronto (Canadá) e Luanda (Angola).

O Brazilian Day Nova York acontece há 29 anos na 6a avenida, na esquina da 46th Street, também conhecida como a "Rua dos Brasileiros". A festa foi crescendo a cada nova edição e hoje abrange 25 blocos da cidade e atrai milhares de pessoas de diferentes cidades dos Estados Unidos e outros países. O evento é produzido pelo empresário João de Matos, o canal internacional da TV Globo e o jornal The Brasilians.

Fonte: Brazilian Voice