Publicado em 22/03/2013 as 12:00am

Campanha Icla da Silva acontece em Massachusetts

O jornalista e representante da Fundação Icla da Silva, Carlos Wesley, traz mais uma vez a Massachusetts campanhas a favor da conscientização e do aprendizado de como ajudar milhares de crianças e adolescentes a usufruírem o direito de viver.

Milena Bittencourt

O jornalista e representante da Fundação Icla da Silva, Carlos Wesley, traz mais uma vez a Massachusetts campanhas a favor da conscientização e do aprendizado de como ajudar milhares de crianças e adolescentes a usufruírem o direito de viver.

Icla da Silva foi uma menina brasileira, de Maceió (AL), diagnosticada com leucemia. Viajou aos Estados Unidos em busca de um doador de medula óssea compatível, mas não obteve sucesso e infelizmente perdeu a luta contra o câncer, falecendo aos 13 anos. Com sua morte, familiares e amigos resolveram ajudar outras famílias fundando uma ONG em sua homenagem, Fundação Icla da Silva, que neste ano completa 21 anos de existência.

Quando descoberta no início, a doença tem 85% de chance de cura; os transplantes de medula óssea salvam milhares de vidas, mas precisam de mais doadores brasileiros, latinos e afro-americanos cadastrados no Be the Match (Banco de doadores do Programa Nacional de Medula Óssea), que ainda hoje são pouco representados. Atualmente, nos Estados Unidos existem 40 pacientes brasileiros à espera de um doador compatível.

Para entender melhor como todo esse processo funciona, é muito simples. As campanhas que estarão em algumas cidades, passarão algumas horas recrutando possíveis doadores de medula óssea, em um processo grátis, rápido e indolor.

Qualquer pessoa entre 18 e 44 anos pode se cadastrar, preenchendo um formulário com dados básicos como nome e endereço para que o doador possa ser encontrado no caso de compatibilidade e passar quatro cotonetes na parte interna da bochecha. Com isso, todas suas informações entram no banco de dados nacional e ficam disponíveis para o mundo todo. Não existem muitas limitações para ser um doador, apenas não poderão se cadastrar pessoas com Lúpus, HIV ou que tenham passado por quimioterapia.

Cerca de 80% dos transplantes de medula óssea são semelhantes à doação de sangue e não prejudicam a saúde o doador. Há ainda a doação das células de medula óssea através do cordão umbilical e a punção medular sem dor ou cirurgia. É bom lembrar que as chances de encontrar alguém compatível são maiores em pessoas da mesma raça.

A fundação Icla da Silva vai realizar algumas campanhas em Massachusetts e precisa da sua participação: Não perca a oportunidade de salvar uma vida. Participe!!!

Sexta feira, 22 de março

( 7pm-8pm)

Sábado, 23 de março (3pm-5pm)

JC Market

67 Chelsea St, Everett, MA

Sábado, 23 de março (9am-2pm)

Consulado Brasileiro Itinerante em Tauton

12 Pleasant St, Tauton, MA 02780

Domingo, 24 de março (7pm-9pm)

Assembleia de Deus Ministério Missão em Everett

24 Norwood St, Everett MA 02149

Para mais informações sobre a Fundação Icla da Silva, visite o site: www.icla.org/pt

Para se tornar um doador, entre em contato com Carlos Wesley pelo e-mail: carlos@icla.org ou telefone(646)385-0671

carlos@icla.org ou telefone(646)385-0671

Fonte: Brazilian Times

Top News