Publicado em 24/05/2013 as 12:00am

CIB participa de um dia de ação na State House para defender direitos aos trabalhadores.

O dia 23 de maio foi um dia bastante movimentado na State House.

Organizações que lutam pelos direitos dos trabalhadores se uniram em um dia de ação com o tema: “Bons trabalhos e comunidades fortes” para defender projetos de lei em prol dos direitos dos trabalhadores que estão tramitando neste momento.

O Centro do Imigrante Brasileiro esteve presente, participando de todo o dia de atividades que começou com um painel com falas de quatro trabalhadoras, mediado pela Diretora da Clínica de Políticas e Leis para Trabalhadores Domésticos do Centro do Imigrante Brasileiro, Lydia Edwards. Além das trabalhadoras, representantes e senadores também fizeram seus discursos. Dentre os projetos de lei destacados neste dia, esteve a Carta de Direitos dos Trabalhadores Domésticos, um projeto de lei que busca garantir direitos básicos para os trabalhadores domésticos de Massachusetts.

O CIB tem atuado fortemente nesta campanha juntamente com outras quatro organizações que formam a Coalizão de Trabalhadores Domésticos de Massachusetts: Grupo Mulher Brasileira/Cooperativa Vida Verde, Mata-Hari, Centro de Desenvolvimento Dominicano e Instituto de Desenvolvimento de Lideranças Femininas (WILD).

Os ativistas também defenderam outros projetos de lei que buscam o aumento do salário mínimo, a garantia de dias pagos de licença por motivo de doença para os trabalhadores e a garantia de direitos para trabalhadores de contratos temporários. Durante o evento, além do painel com trabalhadoras, os participantes puderam visitar os legisladores e participarem de manifestações em apoio aos trabalhadores.

O Centro do Imigrante trabalha em colaboração  com outras organizações porque só assim conseguiremos mudanças sociais e políticas que beneficiarão a todos. Para que estas mudanças sejam alcançadas, é necessário que a nossa comunidade brasileira participe mais. Você pode participar de várias formas.

O Centro promove reuniões, workshops, eventos, manifestações, treinamentos, entre outras atividades, além de prestar serviços para os trabalhadores que tiveram os seus direitos violados. Para mais informações, entre em contato conosco pelo telefone 617 783 8001 ou pelo email bic@braziliancenter.org.

 

 

legenda

Participantes do manifesto

Fonte: Brazilian Times