Publicado em 14/06/2013 as 12:00am

EMOÇÃO NA FRONTEIRA

EMOÇÃO NA FRONTEIRA

da redação

Três jovens imigrantes tiveram uma reunião envolta em alegria e uma forte emoção, na terça-feira (11), quando reencontraram seus pais, mas não puderam os tocarem direito. Eles estavam separados pela cerca de barras de aço que divide os Estados Unidos do México. O encontro aconteceu na divida de Nogales (Arizona).

Os jovens fazem parte de um movimento formado por imigrantes indocumentados, que cresceu muito nos últimos anos, chamado “Dreamers”. Pelo fato de não terem documentos, eles não podem sair do país para rever a família e acabaram escolhendo a fronteira para promover este reencontro.

Os pais saíram do Brasil, Colômbia e Guadalajara (México) para poder rever os filhos depois de muitos anos. O reencontro aconteceu sob um sol escaldante e isso acontecerá com frequência para tentar sensibilizar os legisladores sob a importância de uma reforma nas leis de imigração que abra caminho para a legalização dos 11 milhões de indocumentados que vivem no país.

Entre os jovens estava a brasileira Renata Teodoro, 25 anos, que durante o encontro recebeu de sua mãe, Gorete Borges Teodoro, 52 anos, uma camisa de um time de futebol do Rio de Janeiro, um álbum de fotos e uma carta da irmã mais nova. A jovem, que foi de Boston (Massachusetts) para o encontro na fronteira, entregou para a matriarca uma caixa de unhas polonesas, uma brincadeira entre eles, e um cartão mostrando que sua deportação havia sido prorrogada.

A mãe, que ficou bastante emocionada, disse em inglês: “Eu rezo por vocês para conseguir os papéis, ir para a faculdade”. Renata chegou aos Estados Unidos quando tinha apenas 6 anos de idade e se recusou retornar ao Brasil com a mãe, a fim de terminar seus estudos de graduação na Universidade de Massachusetts, Boston. Gorete foi deportada depois que que o pedido de asilo do marido foi rejeitado.

Fonte: Brazilian Times