Publicado em 26/06/2013 as 12:00am

SUICÍDIO

SUICÍDIO

Corpo de brasileiro é encontrado enforcado em Woburn (MA)

 

Álisson e Alan encontram o corpo do irmão Tiago Da Rold pendurado por uma corda em um galpão, na manhã de segunda (24)

 

da redação

Na manhã de segunda-feira (24), mais um caso de suicídio foi registrado na comunidade brasileira de Massachusetts. O corpo do catarinense de Cocal do Sul, Tiago Da Rold, foi encontrado pendurado por uma corda, em um galpão da companhia de construção que ele trabalhava. Segundo um amigo ligado à família, os dois irmãos, Álisson e Alan, que o encontraram.

Segundo a informações, os três trabalhavam para a mesma companhia, pertencente a um irlandês. Álisson e Alan chegaram no galpão para pegar material para o trabalho e quando entraram no local, depararam-se com o corpo do irmão, enforcado.

Tiago tinha 25 anos de idade e estava nos Estados Unidos havia nove anos. Ele era casado com uma norte-americana e tinha uma filha de aproximadamente dois ano. Conforme a informação dada pelo amigo, que preferiu omitir seu nome, o rapaz residia na cidade de Everett (Massachusetts) e não apresentava sintomas de depressão.

Os irmãos não estão conversando com ninguém, pois ainda estão abalados com a história. Eles estão atrás da liberação da certidão de óbito para darem entrada no pedido de visto para seus pais que moram no Brasil. Isso porque o corpo de Tiago será enterrado nos Estados Unidos.

O amigo informou, ainda, que na quinta-feira (20), Tiago fez uma tatuagem com a seguinte escrita: "Deus, perdoa-me pelos meus pecados". Segundo a polícia, isso é sinal de que ele estava programando o suicídio. Em uma página do facebook, o brasileiro também curtia páginas que falava de morte e assuntos do gênero. "No domingo, ele ligou para sua esposa e disse que aquela seria a última vez que ele ouviria a voz dela", fala a fonte do BT, que acredita que Tiago tenha tirado a sua vida na noite do dia 23.

Ainda não foi informada a data do velório nem o sepultamento, pois a família está aguardando a liberação do corpo e da certidão de óbito para que os pais possam estar presentes.

Fonte: Brazilian Times