Publicado em 10/07/2013 as 12:00am

Três pessoas são presas por naufrágio que matou brasileira

Três pessoas são presas por naufrágio que matou brasileira

da redação

 

O Ministério Público francês está conduzindo as investigações sobre a tragédia que culminou na morte de uma brasileira que tentava entrar ilegalmente nos Estados Unidos. A capixaba Silvinha da Silva Braga morreu depois que um barco com 26 passageiros naufragou pouco depois de deixar a ilha de Saint Marteen. A embarcação ia em direção a Porto Rico.

O naufrágio aconteceu na noite de domingo (30 de junho), e segundo o Promotor de Justiça, Flavien Noilles, 13 pessoas foram resgatadas, três morreram e outras três ainda estão desaparecidas. Os passageiros eram oriundos do Brasil e da República Dominicana. Uma das pessoas que se salvaram conseguiu chegar até à margem de Saint Marteen sem a ajuda de ninguém.

Uma investigação foi aberta e comandada pelo chefe do Departamento de Homicídios de Saint Marteen e uma das questões que os investigadores precisam responder é como os imigrantes entraram na ilha. Até o momento, através de testemunhos dos passageiros que estavam no barco, eles teriam entrado através do Aeroporto Internacional Princess Juliana no início de Junho.

Segundo os investigadores, a embarcação ia em direção à Porto Rico via Saint Thomas e Saint John. Mas a viagem, que deveria significar a realização do sonho daqueles passageiros, se tornou em um drama para todos. Isso devido à uma bomba d´água quebrada que acabou enchendo a traseira do barco.

Devido à forte deriva de oeste a noroeste, os pesquisadores não puderam determinar exatamente onde o barco afundou. Noailles disse que a investigação vai até que as pessoas pessoas envolvidas sejam presas e condenadas.

Algumas das vítimas pagaram até US$ 16.000 (pouco mais de R$ 32 mil) por esta viagem.

Até agora, duas pessoas que residiam em St. Martin foram presas e colocados à disposição da justiça. Elas já compareceram perante um juiz e sua detenção foi prolongada por mais 48 horas. Uma terceira pessoa, que ajudou com o transporte dos imigrantes, também foi presa. Ela foi presa pouco depois do meio-dia de quarta-feira (03).

Fonte: Brazilian Times