Publicado em 19/07/2013 as 12:00am

Brasileiro é acusado de tentar violentar adolescente em Somerville (MA)

Brasileiro é acusado de tentar violentar adolescente em Somerville (MA)

A menor afirma que o suspeito chegou a mostrar a sua genitália para ela

Um brasileiro de 40 anos de idade é investigado pelo Departamento de Polícia da cidade de Somerville (Massachusetts), pela acusação de que teria abusado de uma adolescente de 14 anos. A informação foi dada pelo pai da garota, que também é brasileiro, que e preferiu omitir o seu nome para evitar constrangimentos futuros.

Ele conta que mora com a família na cidade de Malden (MA) e sua filha foi passar o final de semana na casa de uma amiga da mesma idade, na cidade de Somerville. “Eu a deixei no local na noite de sábado (13), mas no domingo pela manhã ela já nos ligou pedindo para ir buscá-la urgente”, explica.

O pai ressalta que a menina lhe relatou que ela e a amiga colocaram o colchão na sala para passar a noite. “As duas estavam dormindo, quando o padrasto dela chegou e começou a tentar abraçar e beijar a minha filha”, se revolta. “Ela se esquivou e chamo a amiga. O suspeito disfarçou e saiu do local”, continua.

Segundo a adolescente, o acusado chegou a tirar a sua genitália para fora enquanto tentava abraçá-la. “Mas ele só parou porque a sia enteada acordou”, conta ela.

Depois que a adolescente retornou para sua casa, o acusado desapareceu. Segundo informações, um amigo dele o teria levado para a cidade de Quincy e de lá, ele tomou paradeiro desconhecido. “Ele dormiu na casa desta pessoa de domingo para segunda e depois foi embora sem informar para onde ia”, explica.

Em contato com o Departamento de Polícia de Somerville, o detetive Derrick Dottin conformou a denúncia, mas alegou que não poderia dar mais informações para não atrapalhar o andamento das investigações.

Ainda no domingo, à pedido da polícia, a menina foi levada para o Mass Gerenal Hospital onde foram feitos exames e colhido material para ser analisado. “O detetive pegou o depoimento de nossa família e de uma amiga que foi buscar a minha filha na casa onde ela estava”, acrescenta o paí.

Fonte: Brazilian Times