Publicado em 9/08/2013 as 12:00am

Brasileiro morre em acidente de moto em Michigan

Brasileiro morre em acidente de moto em Michigan

O corpo chegou a Blumenau na manhã de quinta (08) e foi velado no mesmo dia

 

da redação

Mais um brasileiro morre vítima de acidente com moto nos Estados Unidos. Na tarde de sábado (03) o catarinense, natural de Blumenau, William Naatz, 20 anos, sofreu um trágico acidente na cidade de Howell, em Michigan. Segundo as informações divulgada pelo Departamento de Polícia local, sua moto colidiu com um veículo que saiu de um estacionamento.

Segundo o xerife do Condado de Livingston, Bob Bezotte, a moto bateu em um dos pneus dianteiro da camionete Ford Edge. “Os paramédicos tentaram salvar a vida do jovem no interior da ambulância, mas ele não resistiu e morreu momentos antes de dar entrada no Michigan Medical Center”, explicou.

O motorista que provocou o acidente, identificado por Susiter Doses, de 51 anos, recebeu os primeiros socorros e foi liberada do local do acidente. “O rapaz usava capacete, mas nem mesmo isso conseguiu salvá-lo”, continua.

Willian era filho de Ivan Naatz, vereador na cidade de Blumeneau. Em uma rede social, o pai do rapaz desabafou: “deus tem sido muito severo comigo. Meu filho William Willi Naatz sofreu um acidente de trânsito nos Estados Unidos, onde ele estudava a trabalhava”.

Alguns familiares contam que o pai do rapaz nunca aprovou a vontade do filho em ter uma moto. “Os dois eram muito ligados, mas enquanto ele vivia no Brasil ele podia evitar que Willian comprasse uma moto”, afirma a irmã do vereador, Ivanir Naatz Portella. “Ivan já estava com passagem marcada para terça-feira passada (cinco dias após a morte). Ele queria ficar um pouco com o filho e convencê-lo a trocar a moto por um carro”, continua.

Em 2012, o rapaz trancou o curso de Direito na Universidade Regional de Blumenau (Furb) para trabalhar e estudar nos Estados Unidos. A CRW Plásticos, empresa que ele trabalhava, cuidou dos trâmites para o traslado do corpo de William para o Brasil.

O corpo chegou à Blumenau na quinta-feira e o velório aconteceu no teatro do Crematório São José, Cemitério São José, na noite do mesmo dia. “Foi o próprio Ivan que sugeriu o velório mais curto, porque já estão sofrendo desde sábado. A família está arrasada”, conclui Ivanir.

Depois o corpo será cremado, mas o horário e data da cremação ainda não foi definido.

Fonte: Brazilian Times