Publicado em 23/08/2013 as 12:00am

Casal brasileiro é acusado de agredir mulher em Westborough (MA)

Casal brasileiro é acusado de agredir mulher em Westborough (MA)

Simonides e Rhayanne Freitas bateram e danificaram o carro de uma mulher que seria ex-namorada do acusado

 

da redação

Um casal de brasileiros está enfrentando acusações de ter agredido uma mulher do lado de fora de um resturante “fast food” localizado na Rota 9 em Westborough (Massachusetts). Segundo as informações policiais, o crime aconteceu na noite de domingo (18), por volta das 20 horas, nas imediações do Wendy´s.

Na segunda-feira (19), o brasileiro se apresentou em sua primeira audiência, na Westborough District Court (tipo de Fórum no Brasil). Simonides C. Freitas Jr., 27 anos, foi mantido preso mediante a fiança de US$ 10,000 (pouco mais de R$ 24 mil). A decisão da prisão aconteceu depois que o juiz Vito Virzi afirmou que o acusado não apenas espancou a mulher, mas continuou a intimidá-la no tribunal.

De acordo com um relatório apresentado ao tribunal, os funcionários que foram socorrer a mulher relataram que ela tinha um corte debaixo do olho esquerdo e marcas vermelhas no pescoço, braços e pernas. A vítima relatou à polícia que Freitas, seu ex-namorado, juntamente com sua esposa, a atacou. “Ele pegou o telefone da minha mão enquanto ela tentava chamar por socorro”, disse.

Ela continuou o seu testemunho afirmando que depois que conseguiu se livrar dos agressores, entrou em seu carro. “Mas ele chutou a lateral do veículo e jogou um tijolo contra a porta traseira do lado esquerdo”, disse.

Freitas está preso responderá por agressão, lesão corporal, intimidação de testemunha e destruição maliciosa de propriedade com valor superior a US$250 (pouco mais de R$ 500).

Ao determinar a prisão de Freitas sob o pagamento de uma fiança no valor de R$ 10 mil ), o juiz explicou que o acusado “alegadamente, continuou a intimidar a vítima no tribunal”. A companheira do acusado, Rhayanne Freitas, 23 anos, foi acusada de ser cúmplice neste crime, mas ainda não foi oficializada a sua acusação.

Fonte: Brazilian Times