Publicado em 9/10/2013 as 12:00am

Rede Diáspora Brasil é lançada nos Estados Unidos

Rede Diáspora Brasil é lançada nos Estados Unidos

da redação

A Rede Diáspora Brasil, plataforma de conexão desenvolvida pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) para integrar profissionais brasileiros residentes no exterior e conectá-los ao país, foi lançada na última sexta-feira (4), no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, da sigla em inglês), nos Estados Unidos. O evento de lançamento reuniu o público desse perfil que atua na região da Nova Inglaterra para o primeiro Laboratório de Aprendizagem em Inovação da Rede Diáspora Brasil.

O objetivo do projeto é mapear oportunidades de transferência de conhecimentos, de tecnologias e de know how. “Os profissionais expatriados cada vez mais se tornam agentes transformadores de seus países de origem, pois proporcionam o retorno de importantes capitais, expertise intelectual e conhecimento diferenciado para a geração de oportunidades de negócios e de projetos. Tudo isso impacta os mercados locais com a introdução de novas tecnologias, produtos, serviços, processos, estímulos à inovação e fortalecimento da competitividade”, explica Eduardo Rezende, coordenador técnico da Rede Diáspora Brasil.

Trabalhar com redes de expatriados tem despertado o interesse de diversos governos para a estruturação de políticas voltadas às suas diásporas ao redor de todo o mundo. “Trata-se de um reconhecimento do papel que grupos específicos de expatriados podem desempenhar em seus países de origem sem a necessidade do retorno físico permanente”, acrescenta Lanna Dioum, que também atua no desenvolvimento do projeto dentro da ABDI.

Por meio da plataforma virtual e de um calendário de encontros, a Rede Diáspora Brasil vai estimular a geração de negócios e cooperação em áreas intensivas em conhecimento e tecnologia, apoiar a internacionalização de empresas em setores de alto conteúdo tecnológico, conectar a diáspora com programas estratégicos brasileiros, provocar, estimular, promover e disseminar novas formas e possibilidades de inovação para a competitividade e dar subsídios à formulação de políticas públicas.

O projeto também foi apresentado nos Estados Unidos durante o Primeiro Simpósio da Comunidade Científica Brasileira na Nova Inglaterra, realizado no MIT no dia 5 de outubro. A ABDI promove ainda, nesta segunda-feira (7), em parceria com a Georgetown University, uma Oficina de Trabalho da Rede Diáspora Brasil em Washington.

Os eventos ocorrem por meio de conversas moderadas, que visam apresentar e discutir as estratégias e as atividades do projeto, debater a colaboração e a participação da comunidade de profissionais brasileiros na região, compartilhar conhecimento, competências e oportunidades de conexão entre a diáspora e o Brasil e aproximar a oferta de mecanismos e instrumentos disponíveis na área de ciência, tecnologia e inovação entre os atores de inovação públicos e privados e o capital humano da diáspora brasileira.

“Para além das discussões, a expectativa é que a iniciativa da Rede Diáspora Brasil possa apoiar o processo de internacionalização de empresas de tecnologia brasileiras, auxiliar na atração de investimentos de pesquisa e desenvolvimento para o Brasil e subsidiar, com informações internacionais, o desenvolvimento de projetos estratégicos no Brasil. Os membros da diáspora tecnológica poderão atuar como mentores de empresas brasileiras nos Estados Unidos e em outros países. Também, poderão transmitir informações relevantes sobre o Brasil para gestores de corporações americanas que procuram oportunidades para localizar investimentos globais de pesquisa e desenvolvimento. Para isso precisamos municiar esses profissionais de informações atualizadas e qualificadas sobre o Brasil”, conclui o gerente da Área Internacional da ABDI, Roberto Alvarez.

Fonte: Brazilian Times