Publicado em 1/11/2013 as 12:00am

Candidato à Prefeitura revela seu plano de combate à onda de violência em Newark

Candidato à Prefeitura revela seu plano de combate à onda de violência em Newark

O programa de Shavar Jeffries concentra-se em três grandes componentes: prevenção, fiscalização e reincidência e identifica 22 elementos principais

 

O ex-assistente de promotoria pública geral, Shavar Jeffries, foi acompanhado por moradores e alguns membros do comitê de segurança pública de sua campanha, que são especialistas na área de justiça criminal, para revelar o seu plano para combater o crime e melhorar a segurança pública na cidade de Newark.

 

"Meu plano de segurança reflete algumas das melhores ideias no país", disse Jeffries. "Os problemas de segurança pública de Newark, simplesmente, não podem ser corrigidos simplesmente tocando as bordas do seu modelo de policiamento e departamento de polícia. Nosso foco é na segurança pública, que inclui crime, desordem e medo da criminalidade, não apenas o crime. Nós só podemos resolver os problemas se entendê-los".

 

A ex-promotora pública geral, Anne Milgram, disse: "O plano de Jeffries ‘Ruas e Bairros Seguros’ é inovador, ousado e com base em programas comprovados e bem sucedidos em cidades semelhantes à Newark. Ele (o programa) busca fazer com que cada rua, cada quarteirão e cada bairro sejam seguros, além de promover mudanças transformadoras em áreas críticas, como a prevenção da violência, pré-audiência, a liberdade condicional e jovens em situação de risco. trabalhei com Shavar para implementar o plano de combate à criminalidade no estado de Nova Jersey, portanto, sei que ele tem o que é preciso para conseguir este feito oferecer aos residentes de Newark as vizinhanças seguras e fortes que eles merecem".

 

Jeffries foi acompanhado pelo ex-diretor do Departamento de Combate às Gangues, Armas e Crimes Violentos em Nova Jersey, José Cordero; Veleria Lawson, o ex-diretor executivo da Comissão de Justiça Juvenil de Nova Jersey; Jiles Ship, ex-diretor de Polícia de Plainfield e ex-presidente da Organização Nacional dos Executivos Negros de Órgão de Segurança (NOBLE), e Joseph Shields, ex-diretor executivo do Departamento de Liberdade Condicional de Nova Jersey.

 

Concentrando-se em três grandes componentes: prevenção, fiscalização e reincidência, o plano de Jeffries identifica 22 elementos principais, assim como iniciativas políticas essenciais para apoiar a sua implantação. Os destaques incluem:

 

• Prevenção: reforma do sistema de pré-audiências com o desenvolvimento de ferramentas de avaliação de risco com base em modelos comprovados que identificam com precisão a natureza do risco de segurança representado pelos infratores.

 

• Cumprimento da Lei: lançará um esforço colaborativo envolvendo vários órgãos que tem como alvo quadrilhas organizadas e armadas, drogas e violência.

 

• Reincidência: reforma do sistema de liberdade condicional na qual a Prefeitura atua com os tribunais, bem como outros parceiros municipais e estaduais no lançamento de um programa piloto agressivo. "O plano de Shavar engloba as melhores práticas e as ações que obtiveram sucesso em outras grandes cidades", disse José Cordero, também ex-diretor da Polícia de East Orange. "Essas estratégias foram cuidadosamente pesquisadas​​, testadas e avaliadas em Nova Jersey. Acredito que essas propostas são aquelas que os moradores de Newark gostariam para a sua cidade".

 

A criminalidade na cidade de Newark aumentou nos últimos anos, especialmente depois que a Prefeitura demitiu mais de 170 policiais, com a Zona Sul liderando o índice de incidentes. Nos últimos dois meses, Newark tem presenciado um aumento no número de homicídios. Na terça-feira (22), a Zona Oeste registrou quatro homicídios em menos de um dia, na semana passada, cinco homicídios ocorreram nas ruas da cidade em apenas 72 horas e, no início de setembro, foi registrado o recorde de dez assassinatos em dez dias.

 

Jeffries atuou como Procurador-Geral Adjunto e Conselheiro da Procuradora-Geral de Nova Jersey, Anne Milgram. Em seu cargo como o terceiro mais antigo funcionário do departamento, Shavar fazia parte da equipe de liderança que implantou o plano de combate ao crime da Promotoria Pública. Além disso, ele supervisionou a equipe que, entre outras vitórias, conseguiu a redução de 26% do índice de reincidência entre ex-presidiários, duplicou a porcentagem de graduação escolar entre jovens delinquentes e a redução da criminalidade violenta em todo o estado durante três anos consecutivos. Ele representa a quinta geração nascida em Newark e atualmente reside com sua família na Zona Sul da cidade.

 

Fonte: Brazilian Times

Top News