Publicado em 4/11/2013 as 12:00am

CDLE homenageia 'Pai do jornalismo comunitário' em MA

CDLE homenageia "Pai do jornalismo comunitário" em Massachusetts

Na noite de segunda-feira (02), o proprietário do jornal Brazilianm Times foi surpreendido ao participar de um jantar de confraternização promovido pela Câmara de Dirigentes Lojistas e Empreendedores dos Estados Unidos (CDEL/US). Ele recebeu um prêmio de "Empreendedor do Ano", em reconhecimento pelos anos de atividade em um mesmo ramo e por se manter firme em um mercado cada vez mais escasso. O presidente da entidade, João Arruda, destacou a importância de Edirson na formação da comunidade brasileira nos Estados Unidos, principalmente em Massachusetts. "Ele é dono de um carisma e respeito em todos os estados norte-americanos onde existe a presença de brasileiros", acrescentou. "Para mim, Edirson é um sinônimo de garra e perseverança, pois todos sabemos como é difícil manter um jornal em circulação depois a invasão da internet", continua. Todos os presentes fizeram questão de parabenizar o empreendedor Edirson Paiva e o qualificar como exemplo de empreendedorismo, pois sua história é um mesclado de luta, dificuldades, conquistas e respeito. "Um empreendedor que não encontra dificuldades para serem superadas em seu caminho, jamais obtêm experiências de como obter o sucesso", fala João. João explica que o prêmio "Empreendedor do ano" foi criado pela CDLE e anualmente vai homenagear um brasileiro que se destaca nos Estados Unidos como empresário e empreendedor. "Indicamos o Edirson Paiva como o primeiro, justamente porque ele é um dos mais antigos e que mantém o mesmo ramo comercial há mais de 20 anos", explica. Além do Brazilian Times, Edirson é responsável pelo Miss Brasil adulto, Mirim, Teen e Junior e está à frente do Brazilian Community Heritage Foundation, uma organização que tem por objetivo contar a história da comunidade brasileira nos Estados Unidos. A HISTÓRIA Edirson Paiva chegou aos Estados Unidos em 1982 e foi morar na cidade de Marlborug, em Massachusetts. Nesta época, existiam apenas 70 brasileiros nesta região e ele tinha como objetivo aperfeiçoar o seu inglês em um curso promovido pela Harvard University. A ideia era voltar logo ao Brasil e exercer a função de professor em uma universidade. Mas o gostinho pelo empreendedorismo e pelos EUA tomou conta dele. No ano de 1988, Edirson trabalhou para o Portuguese Times, onde conseguiu experiência para abrir o seu próprio jornal. Foi justamente daí que veio o nome "times". Então estava criado o Brazilian Times. No começo ele já percebeu que seria difícil manter o jornal em circulação devido a pouca quantidade de empresas brasileiras existentes. Mas a perseverança o manteve firme e aos poucos o Brazilian Times foi se tornando o veículo de comunicação preferido dos brasileiros e a única opção que eles tinham de obter notícias do Brasil e até mesmo da própria comunidade, haja vista que naquela época não existia a TV Globo, rádios brasileiras e Internet. Hoje, 25 anos depois, o Brazilian Times continua firme e é o único jornal com três edições semanais, mais uma especial para New York. Apesar da grande concorrência, o jornal continua sendo um líder tanto na procura pelos anunciantes quanto no carisma diante dos leitores. Isso tudo é graças ao empreendedor Edirson Paiva.

Fonte: (da redação)