Publicado em 29/11/2013 as 12:00am

Brasileiros vencem luta no 'Show Combat Zone 46'

Brasileiros vencem luta no "Show Combat Zone 46"

O BT esteve conversando com Rodrigo De Almeida, mineiro de Ipatinga, e quechegou aos EUA no ano de 1994. Quem conversa com Rodriguinho, (apelido queos amigos mais íntimos lhe deram) não imagina que esse rapaz de apenas 26anos de idade, tranquilo no falar, e o mesmo que ao entrar em umoctógono e capaz de destruir o adversário e finalizar a luta com apenas 6segundos. Desde pequeno Rodrigo foi incentivado pelo pai que e capoeirista a praticaresportes. Mas ao chegar aos 20 anos de idade, ele diz para o pai quegostaria de fazer um esporte onde pudesse bater de verdade, ecomeça ahistória do "The Young Lion", nome que surgiu devido a sua primeira lutano ano de 2008. Apos a quarta luta, o garoto recebe seu primeiro cinturão,com o estilo da lutaMMA. Vencedor invicto desde o ano de 2010, ele tem orgulho em dizer que já foram 12vitórias e somente duas derrotas atéo momento. Em seu últimocombate, no evento Combat Zone, dia 22 de novembro, na cidade de Salem (New Hampshire) Rodrigo consegue novamente o título de campeão. Ele diz que foi muitoimportante essa luta porque derrotou um lutador do UFC, Wael Watson,que veio diretamente da Califórnia e que já fez parte da liga por quatro anosconsecutivos. "O sonho de todo lutador é entrar para essa liga e quando se vence umprofissional dentro dessa categoria, é como se estivesse no pódio dospódios", fala emocionado. Claro que esse é só o começo para grandesconquistas, mas eu creio que com fé em Deus eu chego lá. Paulo Alves De Souza, 26 anos de idade, começou a lutar aos quatro. Ele iniciousua carreira fazendo judô e aos 14 anos optou por Jiu- Jitsu e MuayThai. No ano de 2012, Paulo chegoua Boston (Massachusetts), com a finalidade de investir a maiorparte de seu tempo no esporte MMA. Passou pelas academias Teamlink, BMAC eatualmente está na RedHouse/ Academia Vieira. Nodia 23, Paulo deu um show no octógono de Salem, pois além davitória, conseguiu o prêmio de uma das melhores luta da noite. O atleta tem o hábitode orar por ele e pelos adversários de luta, pedindo a Deus que não permitasequelas sérias e que vença sempre aquele que mais se dedicou.

Fonte: (da redação)