Publicado em 27/01/2014 as 12:00am

Torcida do Corinthians promove encontros em MA

Torcida do Corinthians promove encontros em MA

A torcida que já teve sede em Somerville e Everett, ambas as cidades em MA, agora retoma ao ponto de encontro de origem a fim de fazer cada vez mais associados à Fiel USA. "Na frente da torcida está o Chico Bala, padrinho do clube e a Daia, esposa do Edu, a qual nos abriu as portas para nos unir a um clube português em Somerville, o Portuguese Civic League, que é uma associação portuguesa que nos abriu as portas e ali foi nossa sede/ponto de encontro por diversos anos. Depois de idas e vindas políticas nós transferimos nosso local de encontro para o Braza Grill and Bar, onde ficamos por, em média, dois anos. Agora estamos retornando novamente para o clube português, no mesmo lugar que estávamos inicialmente. A diretoria desse clube, o Frank e o Elvis, nos convidou novamente para nos juntarmos a eles, e a partir de semana que vem vamos fazer nossos movimentos/encontros nesse local bem familiar em Somerville", explicou Wilson. O novo endereço da Fiel USA em Somerville fica no numero 26, Springfield St. Para os que desejam trazer um pouco mais dos costumes brasileiros para os EUA e conhecer fanáticos pelo Corinthians, a torcida organizada está aberta a novos integrantes. "As pessoas que, por ventura, tenham vontade de se filiar a nós, podem ligar no telefone 781-315-3863 e falar com o Tio Wilson, ou irem ao próprio local de encontro em Somerville, próximo ao Hospital de Cambrigde (MA). Nós não temos mensalidade. Tudo que nós fazemos, como festas ou qualquer tipo de encontro, nós passamos uma lista com o que vamos precisar e dividimos o valor. O único pagamento que há na Fiel USA é da confecção da carteirinha de sócio que é confeccionada em SP e fica em torno de $35. Fora isso nós vivemos de contribuições. Agora mesmo estamos com uma campanha para arrecadar dinheiro para fazer bandeiras e faixas. As reuniões da Fiel acontecem em dias de jogos, nas quartas-feiras ou quintas-feiras. Nós somos um grupo de amigos, nós nos tratamos como irmãos. Nos encontros nós procuramos viver o que o pessoal vive no estádio no Brasil que é dar os gritos de guerra, fazer passos combinados, pularmos e torcermos pelo Corinthians etc. As pessoas de todo os EUA que desejarem participar ou até criar uma sub sede pode se sentir a vontade para entrar em contato que nós estamos abertos", convidou.

Fonte: (Agatha Brunelly)

Top News