Publicado em 21/02/2014 as 12:00am

Dana White compara Ronda Rousey a Mike Tyson

Dana White rasga elogios a Ronda Rousey e a compara a Mike Tyson

A admiração de Dana White por Ronda Rousey parece não ter limites. O presidente do UFC rasgou elogios à campeã feminina dos pesos-galos, chegando a compará-la a ninguém menos que Mike Tyson quando perguntado, durante um bate-papo com a imprensa após a coletiva do UFC 170, em Las Vegas, se achava que as pessoas iriam enjoar de por vê-la ganhando sempre com o mesmo golpe. - Quem sabe? Se lembrarmos da era Tyson, onde as pessoas diziam: “Essa luta vai acabar no primeiro round”, eu ainda sentava em casa e assistia ao duelo. Você vai ter fãs de luta e o resto, que vai querer ver as grandes lutas, tipo o card do 169, que todo mundo sabia tudo de todos os lutadores. Mas os fãs de verdade vão querer ver lutas sempre. Por isso decidimos que ela vai lutar três vezes esse ano. Eu a ouvi falando quer estava preocupada com os números do pay per view…inacreditável! Quantos lutadores estão preocupados com quantos pay per views vamos vender no sábado? Na última vez que Ronda esteve no card principal vendemos poucos ingressos, e o total arrecadado foi de US$ 1,3 milhão. Desta vez a arrecadação será de US$ 2 milhões.


Sobre a relação de Rousey com suas adversárias, Dana revelou que, ao contrário de Miesha Tate, Ronda gosta muito de Liz Carmouche - Ela não gosta e nunca vai gostar de Miesha Tate. Mas você se lembra como ela se comportou contra Liz Carmouche? Ela ama a Carmouche. Eu não me incomodo, ela é humana. Eu tenho orgulho de vê-la achando que tem que trabalhar mais duro do que outros caras. É uma das muitas coisas que eu amo sobre a Ronda. Ela é uma das pessoas que mais trabalha duro nesse esporte e faz tudo do jeito dela e vive nesse loop maluco com várias coisas. Ela disse na coletiva que só dedicou 45 minutos a uma conferência por telefone sobre um filme nos últimos dois meses e foi isso. Ela se dedicou mesmo a esse camp. É uma pessoa muito peculiar. O MMA feminino vai crescer muito, mas hoje você vê garotinhas indo para as academias para aprender artes marciais. Em um determinado momento eu não estava certo se o nível de competição no MMA feminino seria bom o suficiente. Mas aquela luta entre a Ronda e a Miesha foi demais. Foi uma luta empolgante, a arena veio abaixo e eu acho que esse duelo vai ser assim também.  Nós vamos ver quão completa McMann é no sábado à noite.

Fonte: (g1)