Publicado em 10/03/2014 as 12:00am

Dilma 'não tem o direito de fugir' afirma Campos em SP

Dilma 'não tem o direito de fugir' dos debates eleitorais, diz Campos em SP


Potencial candidato à Presidência da República, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), afirmou nesta segunda-feira (10), em São Paulo, que a presidente Dilma Rousseff (PT) "não tem o direito de fugir" dos debates na TV durante a campanha eleitoral.

O pernambucano relatou que representantes de seu partido se reuniram na semana passada com veículos de comunicação e souberam que a chefe do Executivo não estaria disposta a participar de debates eleitorais.

“A presidenta da República, nós todos a respeitamos e a prezamos como pessoa, mas ela não tem o direito de fugir do debate”, enfatizou. “Todos os sinais que a gente percebe são tentativas de fugir do debate sobre o futuro do Brasil”, complementou o governador pernambucano, durante palestra na Associação Comercial de São Paulo.

Questionado se Dilma não estaria interessada em participar de debates por liderar as pesquisas, Campos afirmou que não o motivo não "deve" ser esse. Ele citou a si próprio como exemplo e disse que, quando tinha 80% da preferência nas pesquisas para o governo de Pernambuco, ainda assim comparecia aos debates.

"Não deve ser por isso, porque eu liderei as pesquisas [ao governo de Pernambuco], tinha 80% e fui a todos os debates" disse.

Campos disse que, em 2010, ano em que Dilma foi eleita, questões importantes para o país ficaram em segundo plano, enquanto temas relacionados à religião acabaram monopolizando a pauta. “Vão tentar interditar o debate em 2014 no Brasil. Se foi grave em 2010, será ainda mais grave em 2014", opinou.

Fonte: (g1)