Publicado em 20/03/2014 as 12:00am

Pai de jovem que confessou morte da ex quer 'justiça'

Pai de jovem que confessou morte da ex quer que 'justiça seja feita'

O pai do jovem Christian Cunha, que confessou a morte da ex-namorada Bárbara Richardelle, diz estar indignado e faz questão “de que seja feita justiça”. Segundo o microempresário Carlos Azevedo de 45 anos, se depender dele, o filho “vai pagar pelo que fez”. Na web, o pai fez um desabafo e disse que está decepcionado e perdido. 


Os dois já discutiam, há algumas semanas, após a jovem descobrir que fotos sensuais dela vazaram na internet. A vítima foi encontrada com sinais de estrangulamento, com o olho roxo e uma lesão na cabeça.

Carlos declarou, em entrevista ao jornal A Gazeta, que o casal tinha um namoro normal. Os dois moravam na mesma rua e o rapaz sempre teve um temperamento amável. “A família toda está arrasada. Minha mãe está passando mal. Meu irmão, que é advogado, não teve condições de lidar com o caso. Todos que o conhecem sabem o quanto seria improvável pensar que uma coisa dessas iria acontecer”, contou.


Fonte: (g1)