Publicado em 21/04/2014 as 12:00am

Casa Branca não comenta petição de Bieber

Casa Branca se recusa a comentar petição por deportação de Justin Bieber

A estrela pop canadense Justin Bieber teve alguns problemas com a lei nos últimos meses, mas a Casa Branca não parece se preocupar com a sua longa lista de delitos, apesar do número crescente de cidadãos exigindo a sua deportação.

Quase 275.000 pessoas assinaram uma petição no site da Casa Branca em favor da deportação de Bieber para o Canadá, ultrapassando o mínimo de 100 mil assinaturas necessárias para a apreciação presidencial.

Contudo, a Casa Branca se recusou a comentar o assunto, alegando que os termos do programa 'We the People' permitem rejeitar certas petições.

Ao invés disso, a presidência procurou utilizar a atenção atraída pelo abaixo-assinado contra Bieber para argumentar que uma reforma da imigração estimularia a economia dos Estados Unidos e reduziria o tamanho do crescente déficit em quase US$ 1 bilhão nos próximos 20 anos.

'Para aqueles que estão fazendo as contas em casa, isso representa 12,5 bilhões de ingressos para shows e 100 bilhões de cópias do álbum de estreia do Sr. Bieber', destacou a Casa Branca.

'You better believe it (é melhor você acreditar)', acrescentou, em uma aparente referência ao termo 'Belieber', usada para descrever a legião de 'fãs' que adoram Bieber, em sua maioria meninas pré-adolescentes.

A petição foi lançada em 23 de janeiro, em Detroit, no dia em que Bieber foi preso em Miami Beach, Flórida, por participar de um pega com um Lamborghini.

Bieber, de 20 anos, vive e trabalha nos Estados Unidos com um visto renovável tipo O-1 para artistas, e não um green card de residência permanente. (France Presse).

Fonte: (France Presse).