Publicado em 23/04/2014 as 12:00am

Brasileira perde cabelo e processa salão em NY

Brasileira perde cabelo e processa salão em NY

A brasileira Myrella Ikeda está processando o conceituado salão J. Sisters, em New York. O motivo é que ela alega que um tratamento feito no estabelecimento resultou em uma grande quantidade de seus cabelos. No processo, ela exige uma indenização de US$1,5 mi (cerca de R$ 3,3 milhões)

O processo foi aberto na Corte Federal de Manhattan e Myrella afirma que devido a este erro, a sua carreira como modelo foi “destruída”. Uma das sócias do salão, Jonice Padilha, informou que o profissional que fez o serviço foi demitido e que também foi vítima dele. “Mas pedir US$1,5 milhão é um absurdo. Vamos ser realista”, disse.

Myrella disse no tratamento feito em seu cabelo foi utilizado “produtos orgânicos naturais”, chamado de Naturlite White Lightening Powder,  para hidratar os fios. A brasileira afirmou que quando material foi aplicado, ela sentiu como se tivesse fogo em seu coro cabeludo. “O cabeleireiro Antônio Luis Rosa, que fez o procedimento, me disse que esta reação era normal e que não precisava me preocupar”, afirmou. “O produto ficou uma hora nos meus cabelos”, continua.

Depois que o produto foi retirado do cabelo, o cabeleireiro usou uma chapinha elétrica e os fios começaram a cair imediatamente.

 

O SALÃO

O J. Sisters é um salão bastante conhecido em New York e foi formado pelas irmãs capixabas: Jocely, Jonice, Joyce, Janea, Juracy e Judseia Padilha. Além de ter em sua carteira de clientes algumas celebridades, o local é bastante frequentado pela comunidade brasileira e latina.

Fonte: (da redação)