Publicado em 23/04/2014 as 12:00am

Obama planeja corrigir pontos na lei de imigração

Obama planeja corrigir alguns pontos na lei de imigração

Os deputados democratas intensificaram a pressão sobre os republicanos para que iniciem com urgência um debate sobre um projeto que reformule as leis de imigração dos Estados Unidos. Caso isso não aconteça, eles informaram, na semana passada, que a administração Obama vai preparar uma ordem executiva para resolver o problema.

Conforme o Secretário de Segurança Interna, Jeh Johnson, no início deste mês os Democratas avisaram que vão agir, nas próximas semanas, para tentar corrigir a lei de imigração deste país, principalmente em relação aos processos de deportações.

O deputado Jared Polis (D-Colorado), disse que o presidente Barack Obama determinou um tempo para que os legisladores tomem alguma atitude sobre o assunto. “Há algumas correções a serem feitas e nas próximas semanas teremos um parecer sobre isso”, acrescentou.

Johnson afirmou que está, atualmente, revendo as políticas de deportação do governo Obama, diante de tantas críticas e a pressão dos defensores pela reforma de imigração, os quais acusam Obama de ser o presidente que mais deportou imigrantes.

O deputado Joe Garcia (D-Florida) disse que o secretário Johnson não relatou especificamente o que mudará nas leis de imigração, “a não ser que os imigrantes em processo de deportações serão beneficiados”.

Entre um dos itens discutidos, estava a possibilidade de permitir que imigrantes, mesmo que deportados, que tenham um parente cidadão norte-americano, possa ter o direito de retornar e aplicar para o Green Card.  “O objetivo é manter as famílias unidas”, disse Garcia ressaltando que o secretário reagiu positivamente às propostas apresentadas.

Democratas estão começando a reconhecer que a uma “Ordem Executiva” PODE ser a única forma de rever as políticas de imigração ainda este ano. (texto: Luciano Sodré)

 

Fonte: (da redação)