Publicado em 28/04/2014 as 12:00am

Brasileiro é acusado de estuprar criança em WA

Brasileiro em Yakima (WA) por estupro e abuso sexual de uma criança

O brasileiro Cristiano Oliveira é instrutor chefe na Gracie Barra Jiu-Jitsu, na cidade de Yakima (Washington). Ele foi preso na quarta-feira (23) sob a acusação de ter estuprado uma adolescente que era sua aluna.

Cristiano está sendo mantido em uma cela de prisão e além de estupro, ele responderá por abuso sexual de uma criança e má conduta sexual com um menor de idade. A comunidade ficou chocada, pois ele tem muitas crianças em sua academia. Os pais ficaram indignados e alguns decidiram tirar os filhos das aulas.

De acordo com documentos judiciais, uma menina de 20 anos de idade relatou uma história alarmante sobre agressão sexual. Ela teria afirmado aos policiais que foi “obrigada a manter relações sexuais com Cristiano”, por pelo menos 100 vezes entre agosto de 2008 e outubro de 2010. Na época, ela era menor de idade e o caso aconteceu quando ela tinha entre 14 e 16 anos.

As autoridades afirmaram que Cristiano usou a sua posição como instrutor e sua influência para ter relação sexual com a jovem.

Segundo as informações, a Polícia de Yakima realizou uma acareação entre a vítima e o brasileiro, o qual confirmou a história da menina. O juiz estipulou a fiança de Cristiano no valor de US$1 milhão e o seu passaporte foi confiscado, para que ele não fuja para o Brasil.

Fonte: (da redacao)