Publicado em 13/05/2014 as 12:00am

6º Congresso anual da ABI Inter é realizado na FL

6º Congresso anual da ABI Inter é realizado na Flórida

Fort Lauderdale (FL) - Foi realizado no último dia 3, no estado da Flórida, o 6º Congresso Anual da Associação Brasileira de Imprensa Internacional (ABI Inter).  A entidade, fundada há sete anos nos moldes da ABI brasileira – mas com a função de agremiar os profissionais de Imprensa brasileiros que vivem no exterior -, também realizou, no Broward Center for the Performing Arts, em Fort Lauderdale (FL), suas eleições gerais para reformulação dos quadros da diretoria-executiva, conselho de Ética, conselho Fiscal e departamento de Marketing.

À assembleia geral da associação compareceram representantes de diversas mídias provenientes de vários estados americanos. Profissionais de rádios, jornais, televisão, revistas e websites, dentre outros veículos, se fizeram presentes, representando os estados da Califórnia, Texas, Nova York, Massachusetts, Connecticut, Nova Jersey e Flórida. À abertura do encontro, o presidente Zigomar Vuelma apresentou os avanços obtidos em 2013. Apesar de o número de profissionais filiados terem tido um aumento substancial em sua última gestão, Zigomar Vuelma admitiu que as últimas ondas da crise financeira que assolou a América fizeram com que vários veículos de comunicação brasileiros fundados nos EUA naufragassem, causando uma lamentável redução no número de empresas filiadas.

Membros da diretoria-executiva também expuseram ao público presente as mudanças realizadas na administração para o melhor andamento da associação. A Secretária Laine Furtado apresentou o novo website da entidade e os avanços da ABI Inter na pauta de marketing, em que viagens a Europa e Ásia para apresentar a associação e o fortalecimento da relações com a fundação Focus Brasil – organizando painéis próprios para profissionais da mídia – comprovam a maior visibilidade adquirida pela ABI Inter nos diferentes continentes.

O relatório contábil da Associação para o ano de 2013 foi apresentado e explanado pelo Tesoureiro, Eraldo Manes, que confirmou que a entidade segue registrada nos órgãos competentes americanos e declarando seu imposto de renda através dos formulários 990-N, para ‘non profit organizations’  . O diretor fez menção à necessidade de se criarem novos mecanismos de arrecadação de fundos financeiros para um salto quantitativo da entidade, uma vez que a Associação tem como fontes geradoras de renda apenas as taxas de membresia anuais, doações e verba de patrocinadores durante eventos.

Um dos pontos enfatizados pelo 1º Secretário, Gilvan de Sergipe, foi a necessidade de os filiados terem em suas agendas os contatos de todos os membros do Board of Directors, a fim de se agilizarem o feedback de ideias e colaborações, além de se facilitar a logística na emissão e recebimento das carteiras de identidade dadas pela Associação aos novos filiados. Qualquer alteração de dados que afete o cadastro do associado junto à Secretaria, como ocorre quando o filiado muda de empresa ou de telefone/email, deve ser informada com a maior brevidade possível para se evitar que importantes informações decididas pela diretoria não cheguem a conhecimento do associado, enfatizou o diretor.

Vários participantes do Encontro Anual apresentaram ideias, propostas, incentivos e queixas, que foram levadas em consideração pelo Board of Directors. O publicitário Ciro Pellicano, da Rede Globo de Nova York, presente à reunião, apresentou a proposta de a ABI Inter lançar um “national pack” a preços reduzidos com ‘media kits’ de seis ou mais veículos filiados à Associação em diferentes estados para ser apresentado às agências de publicidade americanas interessadas em atingir o mercado brasileiro. Segundo o profissional, essas agências receberiam da ABI Inter uma proposta mais rentável e mais abrangente de publicidade a nível nacional, ao invés de procurarem veículos brasileiros um a um por preços mais altos. Celso Braz, editor da revista Brazil Best, da Califórnia, propôs incentivos aos patrocinadores da entidade dando a ideia de se criarem prêmios com os nomes dos sponsors, citando como exemplo um possível prêmio entitulado “Prêmio Banco do Brasil Fotógrafo do Mês”. A exposição mais assídua de seus nomes na mídia levaria os patrocinadores a financiarem com maior frequência eventos da ABI Inter, defendeu o publisher. Rita Pierotti, da agência Plus Media & Marketing, da Flórida, emendou que a criação de memberships Gold, Silver e Bronze a serem vendidas a patrocinadores alavancariam a renda obtida pela Associação.

Ao final da Assembleia Geral, o presidente Zigomar Vuelma abriu a reunião para o processo de eleições gerais, em que foi eleita a Chapa 1 para conduzir a entidade até 2016.

 

 

Fonte: fotos Bill Paparazzi/ABI Inter