Publicado em 13/05/2014 as 12:00am

Em NY, governo brasileiro recebe obra do Banco Santos

Em NY governo brasileiro recebe obra sequestrada do Banco Santos

O secretário Nacional de Justiça, Paulo Abrão, assinou nesta sexta-feira (9), em Nova York, a repatriação do quadro "Composition abstraite", de Serge Poliakoff, pintor russo modernista radicado na França. A obra de arte, de valor estimado de U$ 400 mil, foi recuperada pelo governo norte-americano em cooperação internacional com o governo brasileiro, da coleção de Edemar Cid Ferreira, administrador do Banco Santos. Os trâmites para a repatriação do bem foram coordenados pela Secretaria Nacional de Justiça, do Ministério da Justiça, que exerce a função de autoridade central para a cooperação jurídica internacional.

"É uma demonstração do constante trabalho do governo brasileiro no combate à corrupção e à lavagem de dinheiro. A importância dessa repatriação é revelar a descapitalização da típica criminalidade do colarinho branco e mostra que a cooperação jurídica internacional pode alcançar resultados positivos para o combate a todo e qualquer espécie de crime", avaliou Abrão.

A obra foi identificada na Suíça e transladada para os Estados Unidos. Após ser entregue ao Estado brasileiro, deverá ser leiloada em favor de credores da massa falida do Branco Santos.

Em 2010, duas outras obras da chamada “Cid collection” – um quadro de Roy Lichtenstein e outro de Joaquin Torres-Garcia –, cujos valores somavam aproximadamente U$ 4 milhões, foram repatriadas graças ao pedido de cooperação jurídica internacional realizado pela Secretaria Nacional de Justiça.

Também estiveram presentes à cerimônia a embaixadora Ana Cabral, do consulado geral do Brasil em Nova York, o procurador de justiça Enonildes Santos e o procurador dos Estados Unidos para o Distrito Sul de Nova York, Preet Bharara.

Fonte: (da redacao)