Publicado em 11/06/2014 as 12:00am

Brasileiro que morou nos EUA vai trabalhar na Copa

Brasileiro que morou em Weymouth (MA) vai trabalhar na Copa

Luciano Sodré

Nesta quinta-feira (12) o mundo vai parar para assistir à abertura da Copa do Mundo, que este ano acontece no Brasil. A cerimônia será em São Paulo, no Itaquerão, e em seguida a seleção brasileira entra em campo para enfrentar a Croácia pela primeira partida da competição. Mas para um brasileiro, o evento terá um gostinho especial.

Binho Oliveira, que ficou conhecido em Massachusetts como DJ Binho, é um dos voluntários selecionados para ajudar na organização do evento. Ele morou por nove anos na cidade de Weymouth e decidiu retornar ao Brasil para ficar próximo da família e de sua filha, na cidade de São Paulo.

Em uma conversa com a redação do jornal Brazilian Times, ele falou de sua volta ao Brasil e da emoção em participar de um evento que vai ficar na história do país. Binho retornou para o seu país de origem em novembro do ano passado e, em São Paulo, tem realizado o mesmo serviço de DJ que fazia nos EUA.

Quando ele ficou sabendo do processo de seleção para motoristas bilíngues, decidiu se inscrever. Após a inscrição, ele passou por cinco processos eliminatórios. Binho estava em um grupo de 15 mil inscritos (somente para São Paulo), mas somente 200 foram selecionados. “Não imaginava que estaria entre os escolhidos e estou muito feliz por isso”, ressalta.

DJ Binho já está em São Paulo e ficará no mesmo hotel que a seleção Brasileira. Ele é um dos motoristas que ficará à disposição das delegações do Brasil, Chile, Coreia e Holanda. Durante 31 dias, ele exercerá esta função e está bastante empolgado. Todas as despesas serão pagas pelo Comitê Organizador Local (COL).

Perguntado sobre sua opinião da final deste mundial, ele não pensou duas vezes e respondeu que as seleções finalistas serão “Brasil e Alemanha”.

 

Fonte: (da redação)