Publicado em 30/06/2014 as 12:00am

Conheça as alternativas de empréstimo para ampliar a sua empresa

Micro e pequenos empresários sonham em ampliar seus negócios, e para que isso aconteça de uma forma segura, é preciso estudar as possibilidades de crédito, antes de recorrer as altas taxas de juros, prazos e garantias exigidas pelos bancos. Para isso, o B

Jaqueline G. de Almeida

Micro e pequenos empresários sonham em ampliar seus negócios, e para que isso aconteça de uma forma segura, é preciso estudar as possibilidades de crédito, antes de recorrer as altas taxas de juros, prazos e garantias exigidas pelos bancos. Para isso, o Brazilian Times entrevistou o consultor da Accioneast, F. Leandro Freire, especialista em consultoria a pequenas empresas (MBA),  para saber quais são as alternativas de créditos mais utilizadas entre os pequenos empresários que querem ampliar os negócios.

Existem varias maneiras de conseguir um empréstimo. Segundo Freire, muitos empresários já possuem um modelo de negócio completo, alguns já tem o nome da empresa consolidado, porém, a maior barreira deve-se a alta taxa de informalidade das empresas, que muitas vezes não entregam a documentação completa, não comprovam faturamento dentro das exigências bancárias, ou apresentam projetos inconsistentes a serem financiados. Por isso, muitos empresários recorrem as economias pessoais, que na maioria das vezes, não são suficientes para financiar integralmente o negócio. Outros, recorrem aos amigos e familiares. O que pode ser arriscado e muitas vezes desagradável.

Uma outra forma de se conseguir um empréstimo, é pelo financiamento coletivo. “O financiamento coletivo é uma opção nova para levantar recursos para sua empresa sem correr riscos, como também para promover o empreendimento. Os sites Kickstarter, Indigogo e Smallknot, permitem que empresários divulguem a empresa para uma comunidade on-line de investidores, que podem ou não, se interessar pela empresa e querer investir nela. No entanto, não há garantias de que investidores vão investir no negócio. ” afimou, Freire.  

Também é comum que pequenos empresários recorram ao cartão de crédito. Mas, freire alerta quanto aos riscos, e as altas taxas de juros. “ Os cartões de crédito podem ser uma boa opção para compras a curto prazo. Contudo, podem prejudicar o seu crédito se o empresário  não tomar cuidado”. Segundo ele, a taxa de juros pode variar entre 14,5% a 26%. “Se o empresário investir em um equipamento de $3.000 e não pagar o valor total da fatura, ele pagará $540 por mês, até que termine de pagar o valor total da fatura.”

Os bancos em geral, dificultam o empréstimo aos pequenos empresários. Sem acesso a informações financeiras completas sobre o negócio para analisar a capacidade de pagamento do financiamento, os bancos acabam pedindo garantias reais, que o pequeno empresário não tem. Taxas de juros, prazos e carências variam de acordo com as diferentes linhas de crédito, oferecidas para micro, pequenos e médios empresários. Já os requisitos exigidos ao empreendedor são quase sempre os mesmos: nome limpo na praça, projeto de investimento ( ampliação) e garantias.

Já os microcréditos são alternativas mais baratas e flexíveis. Segundo Freire, os microcréditos ajudam muitas pessoas que não conseguem ter acesso a empréstimos pelos meios tradicionais, devido a falta de histórico de crédito, crédito danificado, às falências ou a falta de garantias.

Há 24 anos no mercado, a empresa Accion, vem se especializando em atender pequenas empresas, com atendimento diferenciado. A Accion é uma organização sem fins lucrativos, que oferece crédito de até USD 50,000 a pequenas e médias empresas, que sonham em expandir seus negócios. “Eu recebi um empréstimo para comprar equipamentos. Senti que a Accion acreditou em mim e no meu negócio” declarou, Luiz – dono da Tropical Hot Dog. Para mais informações, acesse o site www.accioneast.org/emprestimos ou envie um email, para F. Leandro Freire, especialista em consultoria a pequenas empresas – lfreire@accioneast.org ou pelo telefone – (617) 616 -1599

Fonte: Brazilian Times