Publicado em 1/08/2014 as 12:00am

Entidades criadas para defender os brasileiros nos EUA

Quando o brasileiro decide morar fora do Brasil, ele sabe que estará longe de sua terra natal, de serviços públicos que falam a sua língua e em um país onde os costumes e leis são completamente diferentes.

Quando o brasileiro decide morar fora do Brasil, ele sabe que estará longe de sua terra natal, de serviços públicos que falam a sua língua e em um país onde os costumes e leis são completamente diferentes. Por isso, na maioria das vezes, estas pessoas precisam de apoio para se adaptar e aprender como é a nova vida.

Com o passar dos anos, a comunidade brasileira cresceu muito e atualmente existem cerca de dois milhões morando no exterior. Isso significa que um número maior do que estados como Rondônia, Tocantins, Acre, Amapá e Roraima. Portanto uma população com este índice de povoamento tende a ter mais necessidades em áreas de saúde, transporte, emprego, entre outros. Mesmo estando em um país distante, os problemas são os mesmos.

Por isso, alguns brasileiros que perceberam estas necessidades decidiram agir e reuniram grupos para criar entidades que resolvesse ou pelo menos amenizasse os problemas. Ativistas acostumados com lutas comunitárias no Brasil se empenham em fortalecer seus ideais no exterior e ajudar o próximo de alguma maneira.

Em Massachusetts, onde a comunidade brasileira é grande, existem várias associações, organizações e entidades que buscam ajudar os brasileiros. Algumas foram criadas apenas para suprir o ego de seus idealizadores, mas outras realmente existem para contribuir para um mundo melhor e ajudam quem vive na região.

A partir desta edição, uma vez por semana, vamos relatar a história destas entidades, dos ativistas e dos órgãos do governo que realmente faz alguma coisa pelos brasileiros. A cada semana, o leitor terá acesso aos serviços oferecidos por elas, bem como os meios de entrar em contato e como obter ajuda.

CTIB - Central do Trabalhador Imigrante Brasileiro

A Central do Trabalhador Imigrante Brasileiro tem o objetivo de representar e coordenar politicamente os trabalhadores brasileiros que vivem nos Estados Unidos. O ponto principal desta entidade é tratar dos direitos trabalhistas, políticos e legais destas pessoas.

A CTIB articula a ‘união da classe Trabalhadora’, na luta contra o preconceito, a discriminação, o racismo e luta pelos direitos dos trabalhadores brasileiros neste país. A central sindical conta com nomes conhecidos em seu rol de membros, os quais estão firmes luta sindical do Brasil e nos EUA.

O presidente, Márcio Porto, fez parte da CUT, foi fundador da Central Única dos Trabalhadores na Paraíba, foi presidente do PSB de Campina Grande, ex-presidente do Sindicato dos Vendedores Pracistas da Paraíba, ex-suplente de Senador e membro do Diretoria Nacional do PMN, ex-presidente da Associação dos Micros negócios da Paraíba. “Sempre me envolvi muito com as questões dos trabalhadores e seus direitos”, afirma o paraibano.

Ele ressalta que a CTIB não tem vínculo partidário e nem religioso. “Somos aberto a qualquer linha de pensamento, não estamos levantando nenhuma bandeira, a não ser a do compromisso com os direitos dos trabalhadores”, continua.

A CTIB foi criada em 01 de Maio de 2009 e desde então tem sido uma importante aliada do brasileiro nos Estados Unidos, seja defendendo os seus direitos ou oferecendo oportunidades para fazer cursos e se aperfeiçoar no mercado de trabalho.

Fonte: Redação Brazilian Times