Publicado em 6/08/2014 as 12:00am

Incêndio destrói casa de brasileiros em Weymouth (MA)

Entre as vítimas, oito eram brasileiras e uma mexicana. A mineira de Conselheiro Pena, Dênia Silva, contou como tudo aconteceu e relatou os momentos de medo que viveu.

Um incêndio destruiu parte de uma casa onde moravam sete adultos e duas crianças na cidade de Weymouth (Massachusetts). Entre as vítimas, oito eram brasileiras e uma mexicana. A mineira de Conselheiro Pena, Dênia Silva, contou como tudo aconteceu e relatou os momentos de medo que viveu.

Ela contou ao Brazilian Times que estava dormindo em seu apartamento junto de suas duas filhas e por volta das 10:30 p.m. foi acordada pelos vizinhos que moram no primeiro andar. “Eles gritavam e me sacudiam”, fala ressaltando que ficou assustada quando acordou e viu as chamas tomarem conta da cozinha. “Tentamos apagar, mas não conseguimos. Foi então que peguei uma de minhas filhas no colo e desci correndo. Um amigo pegou a outra”, continha.

Os vizinhos estavam jogando sinuca quando sentiram o cheiro de fumaça. Eles saíram para fora do prédio e viram chamas saindo do segundo andar. Neste momento eles subiram e bateram na porta, mas como Dênia não respondeu, eles quebraram a porta da cozinha e foram até o quatro acordá-la.

Assim que deixaram o local, eles ligaram para os bombeiros e somente quatro horas depois o fogo foi controlado e tudo se normalizou. Dênia e os demais moradores da casa estão abrigados em um hotel localizado na Rota 3A. Os custos foram pagos pela Red Cross, mas na quinta-feira (07) todos devem deixar o local. “Não sabemos o que fazer, pois isso nos pego9u de surpresa”, disse.

Outro problema é que parte das roupas de suas crianças foi destruída pelo foto e todos os móveis e utensílios de cozinha também. “O proprietário do imóvel não quis ajudar e nem demonstrou interesse pelos prejuízos dos brasileiros”, disse. O grupo está acionando a seguradora do landlord para tentar conseguir uma indenização que cubra o que foi perdido no incêndio.

Uma brasileira, que mora no primeiro piso foi para o hospital, pois ficou muito traumatizada e em estado de nervos. Dênia explica que todos estão procurando casas, mas está muito difícil encontrar. “Quem puder nos ajudar, estamos precisando”, continua.

Dênia trabalha com limpeza de casas e disse que está precisando de doações de utensílios para cozinha, colchões, roupas e sapatos. “Quem puder nos ajudar pode entrar em contato através do telefone (781) 901-3606”, fala. “Uma das crianças tem quatro anos e a outra dois anos e nove meses”, conclui.

Fonte: Redação Brazilian Times