Publicado em 17/10/2014 as 12:00am

Governo dos EUA isenta entidade brasileira de impostos

A CDLE/EUA, com sede em Massachusetts, não precisará mais pagar "tax"

Mais uma conquista foi comemorada pelos membros da Câmara dos Dirigentes Lojistas e Empreendedor nos Estados Unidos (CDLE/USA). Na reunião, que aconteceu na terça-feira (14), no Style Café Lanchonete e Restaurante em Somerville (Massachusetts), o presidente João Arruda de Melo informou que a entidade entrou na lista de isentos de impostos no país.

João apresentou a licença concedida através da regulamentação “503 tax exempt”, junto à receita federal dos Estados Unidos e falou da importância desta documentação para a entidade. Segundo ele, as atividades da CDLE serão reconhecidas e mais respeitadas pelas prefeituras e demais órgãos governamentais. “Isso também nos dá maior credibilidade na comunidade brasileira e mostra a seriedade do nosso trabalho”, disse.

Com esta isenção, a CDLE/USA passa a viver uma nova etapa. João ressaltou que agora ficou mais fácil conseguir a doação de um terreno para a construção da sede e a realização de outros objetivos.

Ainda nesta reunião, aconteceu um remanejamento na diretoria. A proposta foi feita pelo Diretor Paulo Carvalho. Adilson Morais, que ocupava o cargo de Diretor Comercial, foi transferido para a direção de eventos, ao lado de Helenita Morais. O objetivo é reforçar a área de eventos da entidade.

O empresário Daniel Maximus foi apresentado pelo presidente para assumir a diretoria de marketing e a indicação aprovada por unanimidade. Ele será empossado no próximo dia 11 de novembro, em local a ser definido pela diretoria.


OITO ANOS

Nos dias 11, 12 e 14 de Dezembro, a CDLE celebrará oito anos de atividades na comunidade brasileira e Helenita, durante a reunião, apresentou propostas com três orçamentos de restaurantes para sediar o evento. Os membros da diretoria terão até o dia 20 para definir qual dos orçamentos deverá ser aprovado. “Isso porque o material de divulgação precisa ser preparado e distribuído na comunidade”, explicou ela.

Fonte: Da Redação