Publicado em 16/01/2015 as 12:00am

Consulado Geral do Brasil em Boston sob nova gestão

O Consulado Geral do Brasil em Boston está sob nova gestão. Glivânia Maria de Oliveira assumiu o cargo de Consulesa-Geral em Boston no dia 1º de janeiro.

BOSTON - O Consulado Geral do Brasil em Boston está sob nova gestão. Glivânia Maria de Oliveira assumiu o cargo de Consulesa-Geral em Boston no dia 1º de janeiro. Entre as prioridades da representante estão melhorias no tempo e na qualidade do atendimento prestados a comunidade brasileira.

Segundo Glivânia, o trabalho exercido em sua administração será realizado com base no que foi feito pelos diplomatas que ocuparam o cargo anterior a ela. Por enquanto, o momento será para avaliar as necessidades, dialogar com a comunidade e seus respectivos veículos de comunicação, para então estabelecer ações eficazes no Consulado.

No entanto, medidas como o estabelecimento de agendamento eletrônico para todos os serviços prestados pela instituição, bem como criar novas e esclarecer regras já existentes, estão na agenda desta gestão.

De acordo com a Consulesa-Geral em Boston, as medidas prioritárias a serem realizadas por ela, serão baseadas em ouvir os cidadãos, estabelecer regras de acordo com as demandas e orientar os usuários do Consulado. “Precisamos ajudar a comunidade a se ajudar. Nós temos regras e não adianta falarmos para os funcionários facilitarem o processo para a comunidade, pois são ordens já estabelecidas. Mas eu posso ajudar os nossos usuários, melhorando a minha comunicação e esclarecer ao público como fazer [esse processo] de uma maneira que seja menos sacrificante a todos”, afirmou Glivânia, que assegurou que até semana que vem, serão realizadas medidas na área de subsolo do Consulado Geral do Brasil em Boston, onde fica a área de pré-atendimento da instituição. “Essas ações visam melhorar esse pré-atendimento e com isso tentar trabalhar para reduzir os prazos de agendamento. No momento, estou em fase de testes de procedimento de atendimento, por isso, por enquanto, vamos trabalhar nessa área, pois nosso objetivo é fazer com que as pessoas esperem menos.”

Conforme o cônsul Ronaldo Rodegher, uma das ações necessárias para conseguir fazer com que os processos realizados no Consulado aconteçam de forma mais rápida e disponibilizar um sistema online de agendamento, já realizado no Brasil. “Hoje em dia alguns serviços são agendados [passaportes, registros - nascimento, óbito etc - e procurações], ou seja, a pessoa tem que agendar a vinda ao Consulado. Hoje isso é feito com o auxílio da informática, mas de uma maneira muito artesanal. A pessoa tem que enviar um e-mail, que é respondido por um atendente dizendo a data e o horário que a pessoa tem que se dirigir ao Consulado. A ideia é adotar um sistema online mais automatizado. Haverá no nosso site um calendário, como um calendário para comprar passagem aérea, por exemplo. Então, a pessoa escolhe o serviço, que serão praticamente todos, uma data disponível e um horário de atendimento. Essa é uma maneira de dar agilidade ao processo”, disse.

Como palavra de abertura de sua gestão, a diplomata Glivânia ressaltou que está muito contente em poder trabalhar em Boston e com a comunidade brasileira. “Eu fiquei muito honrada quando eu soube que, em Brasília, as minhas altas chefias tinham decidido me nomearam para este posto, que corresponde ao meu desejo. Eu acho que há [em Boston] uma extraordinária possibilidade de trabalho, de desenvolver ações concretas e voltadas ao atendimento do cidadão brasileiro. Nós estamos aqui para cooperar com as pessoas e tentar fazer com que para elas, a vida aqui - no que dependa do Estado Brasileiro - se desenvolva da melhor maneira. E com o espírito de diálogo, de parceria e de tentar fazer o máximo que estiver ao nosso alcance que venho para este cargo”, assegurou.

Fonte: Da Redação do Brazilian Times | Reportagem de AGATHA BRUNELLY