Publicado em 21/01/2015 as 12:00am

Brasileirinho com paralisia cerebral precisa de ajuda em MA

Gabriel Machado nasceu no estado de São Paulo e está nos EUA para iniciar o tratamento

Vai acontecer no dia 25 deste mês, em Stoughton (Massachusetts), uma Feijoada Beneficente em prol do pequeno Gabriel Machado. O menino nasceu em São Paulo, mas estava vivendo com os pais em Manaus (Amazonas), devido ao trabalho dos dois. Ele teve o apoio de uma fundação para se mudar para os Estados Unidos e está hospedado em uma das unidades da Ronald McDonald House, na Florida.

Em uma conversa exclusiva com o Brazilian Times, Jeferson Machado, pai do menino, contou um pouco de sua história e a saga para manter o filho vivo. Gabriel nasceu prematuro de 27 semanas, devido a um erro médico em um hospital na cidade de Campinas (São Paulo). “Com dois anos de vida, em 2009, ele teve uma crise de convulsão muito forte e foi isso que gerou os problemas neurológicos”, fala ressaltando que “a partir dai os ataques não cessaram mais”.

Jeferson explica que as crises são difíceis de controlar, mesmo estando em um hospital. Ele lembra que já houve vezes em que o menino ficou cerca de duas horas com um ataque de convulsão. “É muito difícil ver isso e não poder fazer nada. Meu menino toma cinco remédios anticonvulsivantes”, continua.

Gabriel não fala com dificuldades e tem problemas motores. Há cerca de dois meses na Florida, ele está passando por um tratamento de fonoaudiologia. Segundo Jeferson, os médicos no Brasil negaram este tipo de tratamento ao menino, sob a alegação de que não havia perspectivas de melhora. “Isso foi mentira, pois hoje eu vejo meu menino cada vez melhor com o tratamento que está recebendo neste país”, afirma.

Outro tratamento que foi negado ao menino, no Brasil, foi o de fisioterapia intensa, que o ajudaria em suas habilidades motoras. Este tipo de cuidado Gabriel também está recebendo na Florida.

O menino também conta com o apoio de membros da comunidade em Massachusetts. Há cerca de duas semanas, ele por uma série de exames no Mass General Hospital e a primeira diagnóstico do Neurologista Pediátrico foi de que ele estava ingerindo remédios de forma exagerada. Isso está atrapalhando a sua evolução tanto intelectual quanto fisicamente. “O doutor tirou a medicação dele e disse que alguns remédios não surtindo efeitos positivos”, disse o pai.

O médico vai realizar outros exames para definir a dosagem da medicação, bem como introduzir uma dieta que é fruto de um tratamento inovador e que vem dando certo com outras crianças. No caso de não haver resultados positivos, em dois anos Gabriel precisará passar por uma cirurgia que vai cauterizar o foco da epilepsia. “Agora nós estamos mais confiantes e felizes com todo o apoio que estamos recebendo”, continua.

O menino já retornou para Florida, onde está com o seu pai. A previsão é que em meados de Fevereiro ele volte para Massachusetts, onde iniciará os tratamentos. A mãe do menino teve que voltar ao Brasil por razões de trabalho, mas assim que o filho se mudar para MA, ela voltará ao país. A questão é que quando ela chegar, Jeferson terá que ir ao Brasil e ficar lá por dois anos até resolver todos os problemas pessoais e de trabalho.

Em razão disso, a mãe não terá como se manter neste período, pois além de Gabriel ela terá outro filho para cuidar. Após a mudança para Massachusetts, o apoio da fundação na Flórida cessará e ela terá que arcar com despesas de alimentação, aluguel entre outras. Para ajudá-la, algumas pessoas se uniram para realizar campanhas beneficentes e levantar o valor necessário.


FEIJOADA BENEFICENTE

Uma destas campanhas é uma Feijoada Beneficente que vai acontecer na cidade de Stoughton (Massachusetts). O evento vai ser realizado no dia 25 de janeiro, às 12 p.m e será apenas para “to go” ou “delivery”, ou seja, as pessoas podem retirar no local ou pedir para entregar em seu endereço.

Mesmo a Feijoada sendo realizada em Stoughton, Lídia Souza (uma das organizadoras) explica que quem morar na região de Boston poderá fazer o seu pedido, “desde que haja no mínimo 10”.

O local da Feijoada será no Clube Luís de Camões (76 Porter Street, Stoughton). As reservas das feijoadas podem ser feitas através dos telefones (617) 938-0506 (Lídia), (508) 982-1626 (Marcia) ou (774) 240-5698 (Cida). Também foi aberta uma conta no site “Go Fund Me”, em nome de Gabriel com intuito de levantar parte dos recursos necessários. Quem quiser ajudar pode acessar o site www.gofundme.com/S-O-S-Gabriel.

Fonte: Da Redação do Brazilian Times | Reportagem de Luciano Sodré

Top News