Publicado em 21/01/2015 as 12:00am

Grupo Mulher começa o ano com muitas atividades

O lançamento dos festejos será nesta quinta-feira, dia 22 de janeiro, quando o Grupo Mulher Brasileira terá um evento para suas membras.

 O Grupo Mulher Brasileira tem um calendário cheio para os próximos dias. Primeiro, 2015 é o ano em que o GMB comemora 20 anos de trabalhos comunitários e uma programação especial está sendo organizada e que incluirá um Festival da Independência especial porque o Festival também celebra 20 anos de existência.

O lançamento dos festejos será nesta quinta-feira, dia 22 de janeiro, quando o Grupo Mulher Brasileira terá um evento para suas membras. Será uma reminiscência sobre a história do Grupo e uma tentativa de engajar mais a comunidade brasileira nos trabalhos do Grupo. “O fato de que o Grupo existe há 20 anos é motivo de orgulho para a comunidade”, disse a co-fundadora e diretora-executiva Heloisa Maria Galvão, acrescentando que “o Grupo caminha com a comunidade porque é a comunidade. Estarmos aqui há duas décadas é prova de crescimento e amadurecimento da nossa comunidade e nós queremos mais envolvimento, queremos que todas façam parte do processo de decisão da organização”.

Heloisa ressaltou que 2015 é também o ano em que milhões de imigrantes ganharão status temporário e “nós estamos trabalhando para informar e assistir a comunidade brasileira”. Nos próximos dias, o GMB vai promover uma sessão informativa sobre o novo DACA, ação deferida para os estudantes, e DAPA, status temporário para pais de com filhos portadores de green card ou cidadania.

Nesta terça-feira, dia 21, o comitê de trabalhadores e o projeto de direitos trabalhistas do GMB promovem um seminário sobre leis trabalhistas para realçar junto as trabalhadoras e trabalhadores o que muda este ano em relação à leis. O aumento do salário mínimo a partir de primeiro de janeiro passado e a entrada em vigor da Carta de



Direitos das trabalhadoras domésticas em abril próximo. Além disso, o Grupo também quer que a comunidade brasileira saiba que o projeto da carteira de motorista foi re-entroduzido na State House, juntamente com um projeto propondo a instituição do dia 16 de junto como Dia Estadual dos Direitos das Trabalhadoras Domésticas.

Em fevereiro, o GMB vai homenagear a memória de Martin Luther King e o mês da consciência negra, exibindo o documentário “Citizen King”. Ainda em fevereiro, haverá o segundo Chá das Mulheres do ano, na sexta-feira, dia 20, e mais um treinamento sobre o uso e obrigatoriedade das cadeirinhas de carro para crianças, em parceria com o Hospital das Crianças.

Em março, o Grupo vai mostrar o filme “O Contador de Histórias”, de Luiz Villaça, baseado na vida de Roberto Carlos Ramos, ou Roberto Carlos Contador de Histórias, como é conhecido em Belo Horizonte. O fime foi premiado com o selo da Organização das Nações Unidas. E, de 21 a 24 de abril o GMB colabora com a Universidade Harvard para organização da Semana do Brasil e, dia 14 de abril, com a MIRA para mais um Dia do Imigrante na State House.

Vale a pena ficar em contato com o Grupo e acompanhar tudo que vai acontecer nos próximos meses: Telefone 617-202-5775, ou email mulherbrasileira@verdeamarelo.org, visite nosso site www.verdeamarelo.org e curta nossa página no Facebook, https://www.facebook.com/BrazilianWomensGroup.

Fonte: Da Redação