Publicado em 15/04/2015 as 12:00am

Depois de 15 anos, brasileiro da NHL anuncia aposentadoria

O Brasil não tem mais um representante na NHL.

O Brasil não tem mais um representante na NHL. Depois de 15 anos na maior liga de hóquei do mundo, o defensor Robyn Regehr anunciou sua aposentadoria ao final da temporada 2014/2015. Ele defendia o atual campeão Los Angeles Kings, que ficou de fora dos playoffs.

Depois da vitória do Kings por 4 a 1 sobre o San Jose Sharks no fechamento da temporada, Regehr indicou que está deixando a carreira profissional.

— Esse foi provavelmente o último jogo que fiz — contou — Eu falei com Dean (Lombardi, presidente do Kings) quando cheguei e ele perguntou quanto tempo eu pensava que poderia jogar para ele. Eu disse que pensava que poderia dar dois anos intensos e depois veria como estaria meu corpo. Mas acho que é hora de seguir adiante para o próximo capítulo da vida — concluiu.

Ao longo da carreira, Robyn Regehr jogou 1.089 partidas, marcando 36 gols, com 199 pontos e um rating superior a 30. Ele passou por Calgary Flames, Buffalo Sabres e Los Angeles Kings.

Filho de missionários canadenses, o jogador nasceu em Recife em 1980. Ele morou no Brasil por apenas nove meses e sequer fala português. Ainda na infância viveu na Indonésia até se mudar para o Canadá definitivamente com sete anos. Na América do Norte, começou a jogar hóquei e virou profissional. Na carreira internacional, defendeu a seleção canadense.

Fonte: Da Redação