Publicado em 20/05/2015 as 12:00am

Comunidade em MA se mobiliza para ajudar menino no Brasil

Lucas Costa tem uma doença de pele chamada Epidermolise Bolhosa e precisa de creme especial

O garoto Lucas Costa, natural de Montes Claros (Minas Gerais), está sofrendo com uma doença rara chamada Epidermolise Bolhosa, que não tem cura. Ele se alimenta geralmente de Nutren Junior, pois a doença deixa feridas em seu trato digestivo. Através de seus pais, foi iniciada uma campanha para pedir aos profissionais de saúde médicos, fisioterapeutas, enfermeiros, farmacêuticos, nutricionistas, dentistas, psicólogos entre outros, que compartilhem conhecimentos para melhorar a qualidade de vida do menino.

A doença não tem cura, mas foi descoberto um creme que suaviza o sofrimento e proporcionando alívio. O creme se chama Curefini e não pode ser comercializado no Brasil devido a falta de regulamentação por parte do Ministério da Saúde. O produto é encontrado em Miami (Florida), por isso muitas pessoas estão comprando e enviando ao garoto no Brasil.

O uso do Curefini tem proporcionado a Lucas uma maior qualidade de vida e é possível afirmar que hoje suas dores são mais amenas. Graças à cicatrização que o creme proporciona, ele tem vivido sem infecções e sem o uso constante de antibióticos.

Muitas pessoas abraçaram as campanhas em prol de ajudá-lo e desde o ano passado alguns brasileiros que moram nos Estados Unidos iniciaram uma mobilização para ajudar o pequeno Lucas. Em Massachusetts, um grupo está vendendo camisetas para levantar o dinheiro e comprar potes do creme e enviar ao Brasil.

Cada pote custa US$30,00 e o menino precisa de pelo menos três por dia. Quem quiser ajudar pode entrar em contato com Darci Oliveira, através do Facebook (www.facebook.com/darciclaudio.oliveira). Quem não quiser a camiseta pode fazer uma doação em dinheiro.

As camisetas também podem ser encontradas no C&N Beauty Supply Salonand Services (617-623-2800), F1 Motor (200 Everett Avenue, Chelsea) e Salon DeCottage (62A Summer Street, Malden, em frente à estação).

A campanha das camisetas foi idealizada por Darci Oliveira e Fernanda Libares e Débora (F1 Motors) abraçaram a causa.


Doações em dinheiro

A ativista Vanessa Barbiere Perpetuo abriu uma página no site GoFund Me para levantar uma quantia mensal que ajude na compra dos cremes. Os interessados em colaborar podem acessar o endereço awww.gofundme.com/cdtlrw e fazer uma doação de qualquer valor. “Até que haja a aprovação pelo Ministério da Saúde e concessão pelo Estado, ele somente continuará tendo acesso ao medicamento através da nossa solidariedade”, disse. Para suprir a necessidade mensal do menino, é necessário a doação regular de 270 pessoas.

Fonte: Da Redação do Brazilian Times | Texto de Luciano Sodré