Publicado em 20/07/2015 as 12:00am

Regularizar situação eleitoral agora é exigência para renovar passaporte

Consulado convocou despachantes para informar sobre a nova exigência para que eles repassem a seus clientes

 

Fabiano Ferreira

 

Se seu passaporte está para vencer e você está programando a renovação fique atento: agora, além de todos documento solicitados, entrou em vigor a exigência de regularização da situação eleitoral. Quem mora nos EUA e não transferiu o título, não votou e não justificou nos últimos anos terá de regularizar a situação imediatamente se quiser ter seu passaporte renovado.

O Consulado Geral do Brasil em Boston convocou uma reunião com despachantes na última semana para tratar deste assunto. O encontro foi coordenado pela embaixadora Glivânia Maria de Oliveira e teve a participação de sete despachantes de cidades da Grande Boston.

A embaixadora solicitou que todos divulguem ao máximo essa informação para que as pessoas já comecem a providenciar sua regularização e não deixar para a última hora, quando necessitarem da renovação do documento.

Segundo a despachante Marlia Granigan, da Multi Services Inc, de Abington (MA), esta norma sempre existiu, mas não era aplicada nos últimos anos nos consulados brasileiros no exterior. “Todo brasileiro agora terá que estar em dia com a situação eleitoral e militar”, disse em entrevista ao Brazilian Times.

Quem não tem a regularização deve fazer um agendamento para resolver esta pendência antes ou juntamente com o agendamento para renovar o passaporte brasileiro.

Segundo Marlia, somente de pedir a transferência do título para os EUA a pessoa já recebe um canhoto que vale como comprovante de que ele foi em busca da regularização.

Mas é importante ressaltar que mesmo quem regularizar a situação agora terá de pagar multas referentes a eleições passadas caso volte para o Brasil.

Na opinião de Marlia, é importante que as pessoas não deixem para a última hora até porque é previsto que ainda este ano comece a ser emitido o passaporte com validade de 10 anos e para requerê-lo será necessário ter tudo em dia.

 

Fonte: Da Redação