Publicado em 28/07/2015 as 12:00am

Ativistas querem libertação de brasileiro que sofre por causa de extração dentária

Marlon Francisco Vaz está preso no Alabama e tem o rosto paralisado desde 2012

Há três anos, a extração de um dente deixou paralisado o lado direito do rosto do brasileiro Marlon Francisco Vaz, que atualmente está preso no centro de detenções do Departamento de Imigração (ICE). Sensibilizados com o caso dele, ativistas publicaram no site MoveOn Civic Action uma petição online, com o objetivo de pressionar as autoridades americanas a liberá-lo. Com isso, Vaz, que mora há mais de 20 anos nos EUA, poderia fazer um tratamento médico adequado. A meta é obter 400 assinaturas e até o momento foram coletadas 312.

Marlon passou a sofrer de Bell’sPalsy, resultado da extração dentária que fez no ICE, administrado pela empresa particular Corrections Corporation of America (CCA). O brasileiro está preso desde 21 de janeiro de 2012. Em 12 de março do mesmo ano, quando estava preso no North Georgia Detention Center (também sob administração da CCA) ele fez extração dentária que deixou metade de seu rosto paralisado.

Depois da cirurgia, ele começou a perder a sensação no olho direito, dormência e perda de controle dos músculos no lado direito do rosto. Pelo que tudo indica, o ICE ignorou a gravidade do problema, segundo a petição.

Deportação

Em menos de uma semana depois da extração do dente, as autoridades migratórias determinaram a deportação de Marlon, em 19 de março de 2012, sem que ele comparecesse perante um juiz de imigração. Segundo a petição,o ICE tem pressionado o Governo brasileiro a emitir documentos de viagem. Ao mesmo tempo, ameaça Marlon de não ajudá-lo em sua deportação.

Os pedidos de Vaz para que ele seja liberado para poder ser examinado por um especializado em paralisia facial continuam a ser ignorado pelo ICE, de acordo com a petição. “Exigimos a liberação de Marlon Vaz para que ele possa receber a atenção médica adequada”, destaca a petição, que pode ser acessada no link: http://petitions.moveon.org/sign/free-marlon-vaz-we-demand

Atualmente, o brasileiro está preso na Etowah County Detention Center, uma penitenciária na cidade de Gadsden, Alabama.

Fonte: Brazilian Times