Publicado em 21/09/2015 as 12:00am

"Loucas Pra Casar" leva Melhor Filme no Festival de Cinema de Miami

A comédia de Roberto Santucci foi eleita pelo júri popular e abocanhou o troféu Lente de Cristal no 19th Brazilian Film Festival of Miami

Gilvan De Sergipe

Miami Beach (FL) - Após uma semana inteira de exibições da excelente seleção de filmes brasileiros trazidos aos EUA para competirem na 19ª edição do Brazilian Film Festival of Miami, o prognóstico do público se concretizou. Sendo um dos filmes mais elogiados e comentados pelos espectadores que acorreram a Miami Beach para saudar a seletiva safra em exposição no Colony Theatre, a comédia “Loucas Pra Casar”, do cineasta Roberto Santucci, foi eleita por aclamação popular o Melhor Filme da mostra competitiva do festival.

Tendo sido aberto no sábado, 12, com exibição ao ar livre no New World Symphony Soundscape, de Miami Beach, com o longa-metragem “Trinta” - que retrata a biografia do carnavalesco Joãosinho Trinta -, e com um total de 14 filmes, entre documentários, comédia e dramas, o 19th Brazilian Film Festival of Miami movimentou o centro cultural da cidade e atraiu milhares de brasileiros, americanos e hispanos amantes da sétima arte. Uma semana ininterrupta de exibições de filmes selecionados por uma respeitabilíssima curadoria - formada pelo cineasta Walter Lima Jr, pelo ex-presidente da RioFilme Sérgio Sá Leitão, pelo crítico de cinema Ricardo Cota e pelo roteirista Luiz Dolino – marcou presença na agenda cultural da cidade.

Além de exibições realizadas no Colony Theatre e na Miami Beach Cinematheque, o festival brindou o público mais exigente com um Painel de Negócios na New York Film Academy South Beach, na última quinta-feira, 17, cujo tema foi “Oportunidades para Parcerias e Co-Produção de Audiovisuais no Brasil”, em que participaram o advogado Rodrigo Salinas, da Associação Brasileira de Propriedade Intelectual (ABPI), o ex-presidente da RioFilme Sérgio Sá Leitão, a cineasta Anna Muylaert e a diretora da Inffinito Foundation Adriana Dutra, uma das responsáveis pelos 19 anos de amostras de audiovisuais brasileiros em solo americano.

Além de um time de renomados profissionais da indústria cinematográfica, como Walter Salles Jr., Anna Muylaert, Mariana Ribas, Luiz Dolino, Ricardo Cota e Sérgio Sá Leitão, marcaram presença no festival os atores Fabrício Boliveira, do elenco de “Trinta”, Suzana Pires, de “Loucas Pra Casar”, e Mariana Ximenes, de “O Gorila”. Personalidades do empresariado brasileiro da Flórida e membros do corpo diplomático do consulado do Brasil em Miami circularam entre os milhares de anônimos que lotaram as dependências do Colony Theatre durante os dias de exibições, ansiosos para assistirem à nova safra da produção audiovisual brasileira referendada pela Inffinito Foundation, empresa responsável pelo evento. 

A seriedade e competência da organização do Festival de Cinema Brasileiro de Miami têm conquistado não somente o público espectador, que cresce ano a ano, mas também diretorias de grandes empresas privadas, representantes do poder público e a mídia brasileira, hispânica e americana.  Este ano, a Inffinito Foundation recebeu o apoio e patrocínio da American Airlines, da RioFilme, da Stella Artois, do Consulado do Brasil em Miami, da Neiman Marcus, do hotel Shore Club de South Beach, das prefeituras do Rio de Janeiro e de Miami Beach, dentre diversos outros setores públicos e privados que enxergam neste segmento do Circuito Inffinito de Festivais um potente instrumento de visibilidade da produção audiovisual brasileira e da cultura nacional.


 

 

O anúncio do filme “Loucas Pra Casar” como ganhador do troféu Lente de Cristal, durante a cerimônia de encerramento, foi ovacionado pelo público presente e aplaudido de pé. O longa-metragem de Roberto Santucci, que tem como principais atores em seu elenco Ingrid Guimarães, Suzana Pires, Tatá Werneck e Márcio Garcia, já era considerado um dos favoritos, tamanha foi a receptividade da platéia no noite de quarta-feira, quando foi exibido. A atriz Suzana Pires subiu ao palco representando toda a equipe responsável pela produção do filme e recebeu o prêmio agradecendo o carinho do público. Após a cerimônia de encerramento, organizadores, produtores, imprensa e convidados VIPs celebraram no Gleason Room do Fillmore Miami Beach Theatre, com um show das talentosas cantoras Rose Max e Teresa Cristina, mais um ano de sucesso do festival.

Um show à parte – Mas se o público deu um prêmio ao filme que abriu a Mostra Competitiva, o último filme do festival deu um prêmio ao público. O longa “Que Horas Ela Volta?”, da diretora Anna Muylaert, emocionou a platéia de um teatro lotado. Espectadores riram, aplaudiram, choraram com o filme de uma excelente trama que faz o público repensar as questões das relações de classes sociais. O filme, que já é sucesso no Brasil e foi vendido para mais de 20 países – mas que não estava participando da competição de Miami -, foi oficializado na semana passada pelo Ministério da Cultura do Brasil para disputar uma vaga ao Oscar de 2016 na categoria “Melhor Filme de Língua Estrangeira”. Portaria do MinC foi publicada no Diário Oficial da União no dia 15 oficializando essa escolha.  Agora a película estará nas mãos da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, na Califórnia (EUA) para julgamento. Se dependesse exclusivamente da receptividade que o filme teve no 19th Brazilian Film Festival of Miami, a estatueta já estaria garantida para o Brasil.

Fonte: Brazilian Times

Top News