Publicado em 9/12/2015 as 12:00am

UFC: Brasileiros comentam luta mais esperada do ano

No sábado, dia 12 UFC pode se tornar um dos melhores de todos os tempos

No sábado, dia 12, acontecerá um dos eventos do UFC que pode se tornar um dos melhores de todos os tempos. Isso porque na luta principal, o brasileiro José Aldo defenderá o cinturão dos pesos penas contra o irlandês “falastrão” Conor McGregor. Las Vegas (Nevada) será o palco deste confronto que é um dos mais aguardados do ano.

Durante toda a promoção da luta, o irlandês afirmou que vai derrotar o brasileiro e em várias coletivas de imprensa, ele o provocou e quase chegaram às agressões físicas. Até mesmo o presidente do UFC, Dana White, por várias vezes demonstrou que está mais confiante na vitória de Mcgregor. “O problema é que ele (José Aldo) não tem terminado suas lutas, sempre as deixando para a decisão dos juízes”, disse.

Mas será que os brasileiros pensam da mesma forma? O Brazilian Times com versou com alguns lutadores e mestres em artes marciais para saber a opinião deles. A maioria está confiante que o brasileiro sairá vencedor neste confronto e muitos acreditam que Zé Aldo vai nocautear o irlandês ainda no primeiro round.

Para Negão Kimura, que treina na Academia Kimura em Watertown (Massachusetts), com o professor Jean Kleber, o brasileiro vai ser o grande vencedor desta luta. Para ele, José Aldo é mais rápido que o seu oponente e tem golpes mais eficientes. “Além disso, o Zé é mais focado em suas lutas e com certeza vai ganhar na trocação em pé”, fala ressaltando que mesmo no chão o brasileiro ainda será superior.

Negão afirmou que apesar dos holofotes estarem voltados para o irlandês, Zé Aldo vai surpreender e permanecer com o título. “É normal toda a mídia estar focando o Mcgregor, pois ele se tornou um garoto propaganda deste confronto e usou e abusou dos insultos ao brasileiro, deixando o confronto ainda mais emocionante”, disse.

O mestre Marcelo Siqueira, da Brazilian Martial Arts Center (BMAC), em Somerville (Massachusetts), acha que esta será uma das maiores lutas de todos os tempos. “Isso decido a promoção feita pelo IFC e a grande boca do Mcgregor. Não pelo talento dele, mas pelas besteiras que ele fala”, disse ressaltando que José Aldo entrará decidido a por um fim neste fanfarrão.

Para Siqueira, o ponto mais fraco de Mcgregor é a falta de experiência, pois ele luta profissionalmente há pouco mais de dois anos e o brasileiro já é um lutador muito experiente. “O irlandês só está onde está por falar muita besteira e com isso vender muito paypervew”, afirma.

Já em relação ao brasileiro, ele diz que o ponto forte é a experiência adquirida ao longo dos anos, no octógono. “Para mim, ele é o lutador mais completo de todos os tempos, tem um excelente Muay Thai e um nível mundial de Jiu-jítsu muito rápido, além de um raciocínio de ação ligeiro, o que faz com que ele mude seu jogo numa velocidade que surpreende os seus adversários”, continua.

Siqueira afirma ainda que é difícil encontrar uma fraqueza em José Aldo, pois ele é um lutador completo. “Não vejo ponto fraco, pois além de tudo que já disse, ele é excelente striker, tem um excelente domínio de luta no chão e uma ótima defesa de quedas. A única coisa que pode pesar contra ele é o tempo que ele vem lutando, pois está invicto há 10 anos e tem nove defesas de cinturão”, fala. “É difícil um atleta se manter no topo de qualquer esporte por tanto tempo e acho que ele já não está na mesma forma física de antes e o Mcgregor está vindo com toda força e no auge de sua carreira. Mesmo assim acho que o brasileiro deve ganhar essa luta”, fala aconselhando o lutador “para não entrar no jogo do adversário que fala muito. Impor o seu o jogo que é bem mais superior e assim trará mais uma vitória ao Brasil”.

Outro que também acha que está será a melhor luta de todos os tempos é o Formado Caveira, Mestre de capoeira. Para ele, José Aldo e Mcgregor farão o confronto do século. “A mídia e as pessoas só falam nisso esta semana, pois o evento foi muito bem promovido pelo UFC”, disse.

Membro do Grupo Capoeira Brasil Boston (Combined Martial Arts Academy – Everett, MA), Formando Caveira aponta como ponto fraco do irlandês o fato dele subestimar o atual campeão da categoria. Já em José Aldo, ele afirma que não consegue ver um ponto fraco, mas destaca o foco e determinação do brasileiro. “Por isso ele é campeão há mais de 10 anos”, fala.

Formando Caveira fala que se fosse dar um conselho para José Aldo, diria “para ele colocar pressão o tempo, do início ao fim, bombardeando sem parar o adversário, evitando que ele (Mcgregor) use a estratégia dele”.

O Mestre Cesário de Souza, da Cesario Brazilian Jiu-Jitsu (CBJJ), disse que vai ser uma “luta super interessante e emocionante de um leão (José Aldo) contra um pangaré”. O lutador acredita que o brasileiro vai massacrar o seu oponente e que a luta vai mostrar a superioridade do Brasil.

Para ele, o ponto fraco de Mcgregor é ter a língua solta e não sabe nada sobre Jiu-jitsu. E do outro lado, Cesário destaca o domínio que José Aldo tem no esporte e um chute potente de direita. “Mas ele tem um ponto fraco, que é o nosso sangue quente de brasileiro e às vezes isso pode prejudicar”, disse.

O conselho que Cesário daria para José Aldo é que “ele mantenha foco e se concentre ao máximo na luta, deixando de lado as provocações do oponente que só quer desestrutura psicologicamente o brasileiro".

 

O ex-campeão de Boxe, Acelino Popó, disse que Uma das armas de McGregor são as provocações. Segundo ele, o irlandês gosta de mexer com o psicológico dos adversários para prejudicá-los. No entanto, para Popó, isso não vai fazer efeito sobre Aldo. “Acho que o brasileiro faz bem isso, é muito tranquilo com isso. Já treinei 15 dias com ele. É um cara que é muito tranquilo. Quando o cara é tranquilo e tem foco, sabe o que vai fazer, não entra nesse jogo. Aconteceu isso comigo quando enfrentei o Jorge Barrios, ele me provocou, mas nocauteei no 12º round. Quando temos muito tempo de luta, sabemos nos comportar com vários tipos de adversário. Os piores adversários de verdade foram as dificuldades que passamos para chegar até o topo”, completou.

Conhecido por ser uma referência em “trash-talk”, Chael Sonnen disse que ambos os lutadores estão com medo de perder. “Quando você vê uma grande luta de boxe, wrestling ou MMA, os dois caras têm certeza que vão vencer. Eles realmente acreditam nisso. Esses dois estão morrendo de medo um do outro. Eu nunca vi nada como isso”, afirmou.

O também falastrão partiu para os ataques pessoais e fez de McGregor sua primeira vítima. “Conor McGregor está preparando terreno para sua derrocada. Isso é tão claro para um cara que entende psicologia do esporte. Ele falou recentemente em uma entrevista: ‘O ingrediente secreto do sucesso é o fracasso’ e ‘ninguém pode realmente ser o melhor até ser derrotado’. Isso é mentira. Eu posso enumerar diversos caras que ficaram imbatíveis. Você não tem que ser derrotado. Isso é uma coisa estranha pra ser dita”, disparou.

Já falando sobre Aldo, Sonnen foi além e chamou o brasileiro de covarde. “José Aldo… Esse cara é um covarde. Eu nem posso te dizer o quão bom o José Aldo é, mas ele próprio não acredita nisso. Quando Georges St. Pierre se aposentou e Jon Jones estava ausente, eu apontei José Aldo como o melhor peso por peso do mundo. Esse é o quão bem eu penso dele. Mas o cara é um covarde. Ele já caiu fora de cinco lutas. E ele já saiu desta mesmo uma vez”, concluiu.

Em momento de pausa no octógono, Lyoto Machida aponta favoritismo para Aldo, mas alertou que o irlandês polêmico e falastrão não pode ser menosprezado no octógono. “Acho que o Aldo é o favorito, mas o McGregor é um cara perigoso”, analisou. “O brasileiro é mais rápido, é um cara que pode acabar a luta bem rápido, mas o outro é perigoso, tem uma distância boa e é imprevisível”, acrescentou.

Desafiante ao cinturão peso-mosca, John Dodson acredita que Mcgregor vai vencer o duelo e vai além: “a vitória virá por nocaute”. Ele disse que acha que o irlandês nocauteará José Aldo, porque o brasileiro não tem sido o mesmo lutador do passado. “Ele vem decaindo, não é mais tão forte como costumava ser e nem tão rápido quanto antes. E agora ele vai lutar contra um cara que vai enfrentá-lo de igual para igual e eu acho que o McGregor vai ser muito mais forte do que ele”, declarou.

Fonte: Redação