Publicado em 29/12/2015 as 12:00am

Paróquia multicultural acolhe brasileiros na Flórida

A paróquia multicultural acolhe a comunidade brasileira de Tampa e também abraça uma grande comunidade Latina, Filipina e Indiana

Há oito anos, a vida trouxe uma surpresa para os brasileiros Valmor e Kátia Scoz, de Curitiba, no Paraná, o casal mudou-se para Tampa, na Flórida.

O desafio de morar em um lugar distante veio junto com a dúvida de ficar longe da família ou aceitar o novo emprego de Valmor.

“Decidimos por aceitar. Lembro bem como foi difícil encaixotar todas as coisas do apartamento - hoje vejo como um exercício espiritual de desapegarmos das coisas materiais - porém, o mais difícil foi contar a novidade para as duas famílias, e pensar como seria duro viver longe de todos”, descreveu Kátia.

Longe do Brasil, Kátia e Valmor descobriram um local onde poderiam se aproximar de outros brasileiros, fazer amizades e, o mais importante, cultivar a fé em Deus e em Nossa Senhora Aparecida. Kátia conta que foram acolhidos na Saint Paul Catholic Church, pertencente a Diocese de Saint Petersburg.

A paróquia multicultural acolhe a comunidade brasileira de Tampa e também abraça uma grande comunidade Latina, Filipina e Indiana. Todos os sábados a Igreja, dedicada a São Paulo, realiza uma missa em português.

A brasileira contou a emoção que sentiu ao participar da missa na comunidade pela primeira vez. “Lembro-me da emoção que senti quando peguei o folheto em português, pensei comigo: ‘estou em casa’, mal sabia que ali seria minha querida casa espiritual por muitos anos”.

Kátia conta que, com o passar do tempo, o casal foi participando mais ativamente da vida da comunidade de Saint Paul Church. Valmor é atualmente coordenador da comunidade, participa do Ministério de Leitores e Liturgia, e tanto Valmor quanto Kátia são Ministros da Eucaristia.

A comunidade celebra anualmente a Festa de Nossa Senhora Aparecida. Neste ano de 2015, paróquia multicultural esteve em sintonia com o Santuário Nacional de Aparecida. O reitor da Basílica, padre João Batista de Almeida enviou um vídeo com uma mensagem e bênção especial para a comunidade católica em Tampa.

“Celebramos com muita fé e alegria, a missa é especial, com procissão e as crianças cantam e coroam nossa mãezinha, oferecendo-lhe flores. Outra forma de honrarmos Nossa Senhora Aparecida é que toda a semana, ao som da música ‘Dai-nos a bênção’, uma família vem ao pé do altar, para receber imagem da Mãe Aparecida e levar para casa. Na semana seguinte uma nova família terá essa graça”.

Kátia contou que, mesmo estando longe, mantém algumas atividades que a fazem lembrar do Brasil e uma das formas é ensinar aos filhos, Enzo de três e Giovanna de um ano e meio, a devoção a Padroeira do Brasil.

“Queremos manter a devoção a Nossa Senhora Aparecida, passar nossa fé aos pequeninos, foi morando aqui que Deus nos abençoou com duas lindas crianças. Enzo, mesmo pequeno, tem especial devoção por Nossa Senhora Aparecida”.

Segundo a mãe do Enzo e da Giovanna, morar nos Estados Unidos fez fortalecer a fé para lidar com a saudade dos familiares e amigos que ficaram no Brasil.

“Acreditamos que morando aqui nossa fé se fortaleceu e a razão é muito simples, no começo nos vimos sozinhos, onde não podíamos contar com ninguém, ali lembramos sempre que temos tudo, temos Deus”, finalizou.

Kátia e Valmor continuam a participar ativamente da vida da comunidade de Saint Paul Church com apoio do pároco, Fr. Bill Swengros.

 

Fonte: braziliantimes.com