Publicado em 8/01/2016 as 12:00am

Advogados afirmam: "batidas da imigração estão acontecendo"

Várias dúvidas surgiram sobre se a comunidade brasileira corre risco, pois até então apenas imigrantes da América Central estão na mira destas blitze

Um grupo de pessoas começou a criticar as ações dos jornais e entidades em divulgar que as batidas promovidas por agentes de Imigração estão acontecendo e que ficarão mais intensas. A mídia comunitária buscou alertar e orientar as pessoas e contou com o apoio de profissionais para fazer o serviço da melhor forma possível.

Várias dúvidas surgiram sobre se a comunidade brasileira corre risco, pois até então apenas imigrantes da América Central estão na mira destas blitze. Diante disso, o Brazilian Times conversou com dois advogados especialistas em imigração. Os dois garantiram que as batidas estão acontecendo e as autoridades negam que seja uma grande operação para não provocar pânico nas pessoas.

O advogado Soli Nassiri afirmou que as batidas estão acontecendo e que ficou sabendo que estas blitze aconteceriam quando leu um artigo no Washington Post publicando no dia 23 de dezembro último. “Na época fiquei assustado, pois se tratava de um plano do Governo Federal para deportaras famílias que entraram no país através das fronteiras”, disse.

De acordo com o advogado, mais de 100 pessoas já foram presas, mas ainda não há registros de imigrantes detidos em Massachusetts por estas operações. Mesmo assim ele aconselha a comunidade imigrante, inclusive a brasileira a se manter cautelosa.

Soli orienta para que os imigrantes estejam vigilantes e respeitem a lei e acima de tudo, “mantenha a esperança e o otimismo”. O advogado fala que a pessoa deve evitar dirigir se não tiver carteira de motorista. “Mas se for preciso devido ao trabalhou ou outra necessidade, não beba e dirija”, fala ressaltando que nesta época de batidas os policiais serão muito rigorosos.

Outro conselho de Soli é para que o imigrante não empreste o seu carro para outra pessoa, não use o telefone celular durante o momento em que estiver dirigindo e siga as leis de trânsito. “Um simples vacilo pode colocar você em processo de deportação”, disse. “Se você obedecer as regras, não precisa se preocupar muito”, continua.

O advogado disse que prefere usar cauteloso ao invés de medo e afirma que esta deve ser a preocupação dos brasileiros. Ele explica que ninguém pode controlar as batidas de imigração. “Enquanto você não quebrar as leis e não entrar em contato com agentes da lei, não há porque se preocupar”, fala.

Mas o pior de tudo isso são os falsos rumores que surgem sempre que acontece algo assim. As pessoas espalham boatos nas redes sociais e provocam pânico e tornam os ambientes ainda mais tensos e insuportáveis para imigrantes e seis filhos. “A mídia tem a responsabilidade de informar a comunidade, esclarecer sobre as verdades e expor os falsos rumores”, disse. “O Brazilian Times tem feito um grande trabalho neste sentido a serviço da comunidade”, continua.

Em relação a agentes do ICE baterem a porta de um imigrante, o advogado explica que a agência impõe Leis Federais e desta forma tem autoridade para prender os não-cidadãos por supostas violações de imigração. “Por isso eu repito que você deve se manter atento e evitar cometer delitos, principalmente no trânsito”, conclui.

O advogado brasileiro Danilo Brack disse que todos já sabiam que isso iria acontecer e esta ação se aplica a quem tem ordem de deportação posterior a 1º de janeiro de 2014.

Mesmo o ICE afirmando que os agentes concentrarão seus esforções em “pessoas que oferecem perigo à segurança pública, nacional e fronteiriça”, incluindo imigrantes e suas famílias que têm ordem de deportação, o advogado alerta para que as pessoas mantenham-se alertas.

Danilo alerta que as pessoas que se encaixam nas prioridades do ICE precisam se preparar para uma possível busca. “É importante ter dinheiro guardado e documentos pessoas disponíveis para uma possível defesa”, explica. “Também é crucial que tenham um telefone deum advogado de imigração em mãos e planos para o futuro caso sejam encontrados e deportados”, afirma.

A American Immigration Lawyers Association disse se o Homeland Security continuar com estes planos, o governo estará retrocedendo. "isso tornará a população mais vulnerável. Ela é composta por mães e crianças que entraram nos EUA em busca de escapar de ambientes violentos", disse uma nota da entidade.

Fonte: braziliantimes.com