Publicado em 11/01/2016 as 12:00am

EUA criou 292 mil vagas de trabalho em dezembro

O índice de desemprego se manteve estável em 5%, mesmo com mais entrada de pessoas no mercado de trabalho

As folhas de pagamento aumentaram em dezembro de 2015 e o número de vagas de trabalho abertas mais alto nos últimos 2 meses, uma indicação da solidez da economia, apesar da crise internacional. As vagas de empregos, excluindo a zona rural, atingiram 292 mil mês passado, informou o Departamento de Trabalho na sexta-feira (8), com a ajuda das temperaturas altas no final de ano. O índice de desemprego se manteve estável em 5%, mesmo com mais entrada de pessoas no mercado de trabalho, um sinal de confiança no setor.

O mercado de trabalho robusto ajudou a afastar os temores relacionados à saúde da economia e indicou que os problemas recentes nos setores de exportação e manufatura, atingidos pelo dólar forte e a queda da demanda internacional. Os esforços das empresas em diminuir o estoque acumulado e o corte nos gastos pelas companhias de energia também influenciaram.

A queda no preço do petróleo e a diminuição do crescimento econômico na China têm gerado previsões nada animadoras para a economia global. O aumento das vagas de trabalho ajudou a recuperação em Wall Street, mas foi ofuscado pela queda do valor do barril de óleo cru. O dólar se firmou contra um grupo de outras moedas.

A desaceleração da economia chinesa, a 2ª maior economia do planeta depois dos EUA, tem preocupado investidores internacionais, entretanto, sinais de estabilidade emergiram do dia para a noite, depois que a China aumentou o valor de sua moeda.

As folhas de pagamento em outubro e novembro revelaram a criação de 50 mil vagas de trabalho. O único ponto negativo foi a queda de US$ 1 centavo nas horas trabalhadas. Os economistas previam que o mercado criaria apenas 200 mil vagas de trabalho em dezembro nos EUA.

Fonte: bv