Publicado em 29/01/2016 as 12:00am

Polícia identifica homem encontrado morto com brasileira em Peabody

Os investigadores trabalham com a hipótese de que o homem teria assassinado a mulher e depois cometido suicídio.

A tragédia envolvendo a morte de um casal de brasileiros que foi encontrado em um apartamento na cidade de Peabody (Massachusetts) continua sendo investigada pelas autoridades. A princípio, os investigadores trabalham com a hipótese de que o homem teria assassinado a mulher e depois cometido suicídio.

Na edição de quarta-feira (27), o Brazilian Times divulgou informações da mulher, pois até o fechamento da edição, apenas dados dela foram obtidos pela reportagem. No dia seguinte, alguns leitores ligaram para a redação e informaram sobre o homem que foi encontrado com Elizete Benevides.

Trata-se de Gelcino Souza Oliveira, 50 anos, que teria tido um relacionamento dom Elizete até outubro de 2015, segundo afirmação de pessoas próximas ao casal. O homem mora na cidade de Beverly (Massachusetts) e teria um filho que nasceu na Flórida, mas atualmente mora em São Paulo. Na página social de Gelcino, no Facebook, afirma que ele é casado.

Ele tinha uma vida bastante agitada e gostava de estar presente em diversos eventos tanto brasileiro quanto norte-americano. Gelcino também adorava viajar e conhecer novos lugares. Ainda, segundo a sua página social, ele trabalhava no posto de combustível Sunoco, na cidade de Beverly. Antes, ele era funcionário do North Beverly Food Mart.

Segundo as autoridades, a mulher falava ao telefone com uma irmã no Brasil. “Ela (a pessoa no Brasil) disse que ouviu um grito e neste momento a linha ficou muda. Imediatamente ligou para uma irmã que mora nos EUA para contar o que aconteceu. Assim que contou, o marido desta irmã que mora aqui, ligou para a polícia informando o caso”, relatou a Promotoria.

A polícia reagiu imediatamente ao chamado e foi ao local citado. Lá, os policiais encontraram Elizete e Gelcino mortos, na varanda lateral, na entrada da garagem da casa. Ambos tinham sofrido ferimentos de faca.

 

 

 

Fonte: braziliantimes.com