Publicado em 18/02/2016 as 12:00am

MAPS dá as boas-vindas à comunidade angolana

A MAPS, com seis escritórios em Boston, Lowell e Framingham, trabalha em prol das comunidades de Língua Portuguesa de Massachusetts há mais de 45 anos

A Massachusetts Alliance of Portuguese Speakers (MAPS) vai dar as boas vindas à crescente comunidade Angolana em Massachusetts com um evento no dia 11 de março, entre as 6 e as 9 pm no escritório de Cambridge da organização de serviços sociais e de saúde, localizado na 1046 Cambridge Street.

 A recepção, que será aberta ao público e que contará com aperitivos e música Angolana, está sendo organizada pela MAPS em colaboração com o programa de rádio Muxima e será uma oportunidade para dar a conhecer à comunidade Angolana os vários serviços que a organização sem fins lucrativos oferece, nomeadamente Assistência para a Cidadania, Integração de Imigrantes, Apoio a Vítimas de Violência Doméstica e Abuso Sexual, Centro da Terceira Idade, Prevenção e Educação sobre HIV e outras DST, Apoio à Busca de Emprego e Progressão Profissional, e muitos outros serviços gratuitos, cultural e linguisticamente adequados.

“Nos últimos 45 anos, estivemos focados em colmatar as dificuldades das comunidades Brasileira, Cabo-Verdiana e Portuguesa, que são os três maiores grupos de falantes de Português em Massachusetts. No entanto, a nossa missão é servir todas as comunidades de Língua Portuguesa, incluindo a Angolana e outras,” afirmou Paulo Pinto, MPA, Diretor Executivo da MAPS. “Este evento será uma grande oportunidade para, oficial e simbolicamente, dar as boas vindas à comunidade Angolana, encorajar os seus membros a tirarem proveito dos nossos serviços e para fortalecer as relações entre as nossas comunidades.”

Para reservar lugares para o evento, a comunidade deve contatar Anamaria Balbino ligando para o 617-864-7600 ou enviando um e-mail para abalbino@maps-inc.org. 

A MAPS, com seis escritórios em Boston, Lowell e Framingham, trabalha em prol das comunidades de Língua Portuguesa de Massachusetts há mais de 45 anos. Para saber mais, visite o site www.maps-inc.org.

Fonte: braziliantimes.com