Publicado em 2/03/2016 as 12:00am

Acidente de carro deixa 3 brasileiros da mesma família mortos

Michael Buarque de Macedo, sua esposa, Alessandra, e o filho do casal, Thomas Michael, morreram no local do acidente, em Maryland

Detetives da Unidade de Reconstrução de Colisões do Condado de Montgomery, em Maryland, estão investigando um acidente de automóvel na noite de sábado (27) que resultou na morte de 3 membros da mesma família. O trágico incidente aconteceu aproximadamente às 6:56 da noite, quando agentes do Corpo de Bombeiros do 2º Distrito responderam à chamada no cruzamento das estradas River e Pyle devido à uma séria colisão.

A investigação determinou que o BMW 2016, modelo M235, de cor azul, conduzido por Ogulcan Atakoglu, de 20 anos, trafegava no sentido oeste na River Road. Ao mesmo tempo, o Chevrolet Volt 2016, de cor cinza, dirigido por Michael Buarque de Macedo, de 52 anos, seguiam no sentido leste na River Road. Quando o Volt tentava dobrar a esquerda na Pyle Road, ambos os veículos colidiram.

Os 4 ocupantes do Volt, uma família de pai, mãe e 2 filhos, ficaram feridos seriamente. Três ocupantes do veículo foram pronunciados mortos no local do acidente. As autoridades locais os identificaram como o motorista Michael Buarque de Macedo, Alessandra M. Buarque de Macedo, de 53 anos, que viajava no assento traseiro, e Thomas Michael Buarque de Macedo, de 18 anos, que viajava no banco da frente, ao lado do pai. Elena Buarque de Macedo, de 15 anos, que viajava no assento traseiro, com a mãe, sofreu ferimentos gravíssimos e foi transportada ao hospital local.

A família de brasileiros morava na Loch Lomond Drive, em Bethesda (MD). Na manhã de domingo (28), o Departamento Escolar do Condado de Montgomery anunciou que os dois jovens são alunos na escola secundária Walt Whitman, na mesma cidade.

Atakoglu também foi levado ao hospital local, entretanto, não sofre risco de morte.

O acidente continua sob investigação, informou o Departamento de Polícia do Condado de Montgomery. Ainda no domingo, a River Road permaneceu fechada ao tráfego entre a Whittier Boulevard e Wilson Lane. Policiais nos locais indicaram os motoristas para buscarem rotas alternativas.

Moradores na região de Bannockburn, onde ocorreu o trágico acidente, disseram que o cruzamento é perigoso e que eles vêm pedindo há vários anos para o Departamento Estadual de Rodovias instale um semáforo no local.

“Eu venho pedido ao Estado para tornar esse cruzamento mais seguro. Há pessoas na minha vizinhança que se envolveram em acidentes sérios”, disse Beth Rogers, moradora e presidente da Associação Cívica de Bannockburn. Ela detalhou que os alunos da escola vizinha Walt Whitman utilizam a Pyle Road como entrada dos fundos do estacionamento da escola.

“Nós temos tentado chamar a atenção para o problema”, acrescentou. “Eu penso algumas vezes que infelizmente essa é a única forma que a atenção é voltada à segurança”.

 

Fonte: BV