Publicado em 2/03/2016 as 12:00am

Brasileiro é nomeado para Conselho do New Bostonians

O escritório tem como finalidade ajudar os imigrantes que vivem em Boston e torná-los parte da cidade

Professor associado do Desenvolvimento Comunitário e Planejamento, o brasileiro Eduardo Siqueira foi nomeado para o Conselho Consultivo, formado por 29 membros, do escritório do New Bostonians, o qual oferece assistência às comunidades imigrantes e pessoas recém-chegadas à cidade, capital de Massachusetts.

Siqueira leciona na College of Public and Community Service e é coordenador do projeto “Brazilian Transnational”, que promove pesquisas, ensino e atividades de serviços principalmente para imigrantes brasileiros que vivem em Massachusetts. O projeto é baseado no Instituto Mauricio Gastón para desenvolvimento de comunidades latinas e políticas públicas.

O escritório do New Bostonians, que foi criado em 1998, conecta imigrantes com a cidade e recursos comunitários, incluindo aulas de ESOL para adultos residentes e imigrantes recomendados por advogados locais.

O Conselho Consultivo será solicitado para ajudar a desenvolver um Plano de Integração de Imigrantes, parte dos esforços do prefeito de Boston Martin Walsh para "definem como a Cidade de Boston serve e se envolve com os seus residentes imigrantes".

"Este conselho consultivo será encarregado de ajudar o prefeito Walsh a descobrir os passos necessários para melhorar a visibilidade dos imigrantes em Boston e destacar a sua importância para a economia da cidade e do estado", disse Siqueira.

Um aspecto importante do trabalho do escritório, segundo Siqueira, é o foco na integração dos imigrantes em vez de assimilação - "para afastar a ideia de que, para que você se torne um cidadão norte-americano é preciso se livrar de todas as suas identidades anteriores".

Siqueira produziu um corpo de pesquisa amplamente lido sobre as preocupações dos imigrantes em Massachusetts, e é também um especialista sobre as experiências de pessoas que chegam e vão para o Brasil. Ele disse que Boston é uma cidade boa para os imigrantes, mas observa que as melhorias ainda podem ser feitas. "Não é uma cidade hostil, em comparação com os outras, mas podemos fazer muito mais", disse Siqueira.

 

Fonte: braziliantimes.com